Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 27 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/10/2020
Reisinger Ferreira
PMMC COVID VERDE
Pmmc Sarampo Outubro
PMMC MULTI 2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Região perde 11,4 mil empregos em 2015 e registra pior cenário da história

22 JAN 2016 - 07h01

O Alto Tietê perdeu 11,4 mil empregos com carteira assinada em 2015. Este foi o pior resultado da história do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Os números foram divulgados ontem pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Esta foi a primeira vez que a região fechou o ano com saldo negativo na geração de empregos.

Das dez cidades do Alto Tietê, somente Biritiba Mirim e Salesópolis não tiveram o pior resultado da história. O município de Biritiba registrou perda de 163 postos de trabalho formal. Em 2013, o saldo negativo chegou a 1.052. Já Salesópolis perdeu 12 empregos com carteira assinada. O pior resultado foi em 2006, quando a cidade registrou um saldo negativo de 541 postos de trabalho.

O levantamento levou em conta todos os dados entre janeiro e dezembro das dez cidades entre 2003 e 2015. O Caged é divulgado desde a década de 1990, mas dados municipalizados só são divulgados a partir de 2003.

CIDADES

O pior resultado do ano foi registrado em Mogi das Cruzes. A cidade registrou perda de 3.130 postos de trabalho. Em 2014, o município havia fechado o ano com a criação de 1.873 empregos com carteira assinada.

O segundo pior resultado no ano passado foi registrado em Itaquaquecetuba. A cidade perdeu 2.944 empregos com carteira assinada. Em 2014, o município já havia registrado dado negativo com o fechamento de 1.406 vagas de trabalho.

Ferraz de Vasconcelos e Arujá também tiveram desempenho ruim. Os municípios perderam 1.181 e 1.072 postos de trabalho, respectivamente. Em 2014, os municípios também haviam tido cenário negativo. Ferraz havia perdido 651 postos de trabalho em 2014 e Arujá, 22.

Já Suzano, registrou o fechamento de 954 vagas de emprego formal no ano passado. Em 2014, a cidade havia computado a criação de 853 novas vagas com carteira assinada. Foi a segunda vez na história que o município registrou saldo negativo. Em 2009, a cidade computou a perda de 399 empregos.

DEZEMBRO

Os dados de dezembro do ano passado apontam que todas as cidades da região também registraram saldo negativo. Em todo o Estado de São Paulo, somente 20 cidades tiveram um cenário positivo na geração de emprego.

Salesópolis foi a cidade da região que teve o melhor desempenho com a perda de 14 postos de trabalho. Com isso, a cidade ocupou a 40ª colocação no ranking estadual. A segunda melhor colocação entre os municípios do Alto Tietê foi de Biritiba, com a perda de 28 empregos e a 62ª colocação no ranking estadual. Em seguida vem Guararema, que ficou em 143º lugar, com a perda de 113 postos de trabalho.

Suzano ficou em 303º lugar, com a perda de 640 postos de trabalho no último mês do ano. O pior desempenho foi de Mogi das Cruzes, com a 306ª colocação no ranking estadual.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias