Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 21 de janeiro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/01/2020
CENTERPLEX 16 A 22/01
CENTRO MÉDICO
Evatânia Psicopedagoga

Região registra mudanças positivas em dados de qualidade de vida

Levantamento é divulgado a cada dois anos pela Assembléia Legislativa (Alesp) em parceria com o Seade

Por Fernando Barreto - da Região12 DEZ 2019 - 23h50
No estudo divulgado recentemente, Suzano aparece em sétimo lugar na categoria “transição”. As cidades nessa categoria possuem renda baixa, mas alto índice de escolaridade e/ou longevidadeFoto: Sabrina Silva/DS
O Alto Tietê registrou evolução quanto a qualidade de vida das cidades, segundo pesquisa do Índice Paulista de Responsabilidade Social. O estudo, divulgada ontem, analisa três índices: “riqueza”, “longevidade de vida” e “escolaridade”, referentes ao ano de 2018. Dos municípios listados como ‘em transição’, Suzano aparece em sétimo no ranking.
 
O índice é divulgado a cada dois anos. A pesquisa é feita pela Assembléia Legislativa de São Paulo (Alesp) e a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade). O estudo é divulgada desde o ano 2000. 
Para chegar ao resultado da pesquisa, o índice divide as cidades do Estado em cinco categorias, de acordo com a análise dos dados “riqueza”, “longevidade” e “escolaridade”.
 
Suzano
 
No estudo divulgado recentemente, Suzano aparece em sétimo lugar na categoria “transição”. As cidades nessa categoria possuem renda baixa, mas alto índice de escolaridade e/ou longevidade. Na pesquisa de 2016, o município suzanense estava incluso na categoria “vulnerável” (a pior entre as cinco categorias). 
 
Neste estudo mais recente, a cidade registrou um aumento de 7 pontos no índice de escolaridade. Em relação à riqueza, o município 38 pontos e 68 pontos em longevidade de vida.
 
Dinâmico
 
Das categorias em que classificam cada município do Estado, a melhor denominada como “dinâmico”. Quem está nessa lista apresenta os três índices em alto nível. 
 
Da região, Mogi das Cruzes e Guararema entram nessa categoria. O município mogiano igualou os números da pesquisa anterior, em relação a riqueza e longevidade, com 39 e 72 pontos, respectivamente. A respeito da escolaridade, porém, a cidade elevou a pontuação de 51 para 57 pontos.
 
Guararema manteve os 41 pontos em riqueza e diminuiu um ponto em longevidade. Mas, em relação à escolaridade, foi a segunda que mais cresceu na região. Passou de 51 para 58 pontos.
 
Desiguais
 
A categoria desigual é composta por cidades que contém riqueza alta, no entanto, a escolaridade ou longevidade estão com índice baixo. Poá e Arujá aparecem na lista. 
 
Segundo o estudo, a cidade poaense permaneceu com os 39 pontos em riqueza e 68 pontos em longevidade. E cresceu seis pontos em escolaridade, passando de 51 para 57 pontos.
 
Já Arujá registra os mesmos 42 pontos em riqueza, e diminuiu em dois pontos em longevidade, mas a cidade cresceu em 8 pontos em escolaridade, passando de 49 para 57 pontos. 
 
Equitativo
 
Nesta categoria as cidades apresentam índices baixos de riqueza, mas índices de longevidade e escolaridade altos. Na região, Salesópolis e Santa Isabel aparecem na categoria. 
 
Salesópolis apresenta os mesmos 28 pontos em riqueza, mas cresceu 2 pontos em longevidade e 4 pontos em escolaridade.
 
Santa Isabel registra leve crescimento em riqueza, passando de 34 para 35 pontos, e pequena queda em longevidade. No índice de escolaridade cresceu de 56 para 60 pontos.
 
Transição
 
Além de Suzano, Ferraz de Vasconcelos e Biritiba-Mirim aparecem nessa categoria. Ferraz evoluiu desde a última pesquisa, onde apareceu na última categoria. Na pesquisa de ontem ela registra crescimento de um ponto em longevidade e de 3 pontos em escolaridade, passado de 45 para 48 pontos.
 
Biritiba cresceu um ponto em riqueza, 8 pontos em longevidade e 6 pontos em escolaridade. Itaquaquecetuba é a única cidade na última categoria, com 33 pontos em riqueza, 66 em longevidade e 43 em escolaridade.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias