Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 17 de janeiro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/01/2019
PMMC JANEIRO  - BRINCANDO NAS FÉRIAS 2019
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO
PMMC JANEIRO - MOGI CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE 2ª FASE

Região terá 48 jovens na Jornada Mundial da Juventude 2019

Por Aline Moreira - de Suzano11 JAN 2019 - 11h05
Para cada jornada, um tema é atribuído ao evento. O tema geralmente está associado à vida dos jovens e o seu compromisso com o evangelhoFoto: Bruna Nascimento/Divulgação
A jornada Mundial da Juventude (JMJ) terá 48 jovens do Alto Tietê participando da edição 2019 que acontecerá no Panamá. O padre Carmine Mosca, que é assessor da Pastoral Juvenil da Diocese de Mogi das Cruzes e colunista no Diário de Suzano, participou do programa "DS Entrevista" dessa quarta-feira e contou as expectativas para a sua 11ª viagem à JMJ, os desafios de levar jovens a outros países e a importância da peregrinação jovial. 
 
"Comigo viajarão 35 jovens, que são aqueles que se organizaram nas Paróquias no meu grupo. Os outros 13 irão por conta própria. Na questão de custo, a paróquia ajudou organizando quermesses, bingos e vendas de bombons. Nas vendas, os próprios jovens foram protagonistas dessa articulação para arrecadar verbas", conta o padre. Carmine explica que a maior dificuldade para esse ano foram as reservas com as companhias aéreas. "Diferente dos outros anos, esse foi difícil colocar todos os jovens no mesmo avião, alguns estão em outro horário, mas todos vamos chegar ao destino certo, mesmo com as dificuldades iniciais". 
 
Para cada jornada, um tema é atribuído ao evento. O tema geralmente está associado à vida dos jovens e o seu compromisso com o evangelho. Para esse ano, o tema será focado em Maria, mãe de Jesus Cristo. "Ela serve de exemplo para toda a juventude, principalmente para as mulheres. Desde jovem, quando assume o compromisso de ser a mãe de Cristo, ela se mantém integra até o fim da vida do filho. Por isso é um exemplo a ser seguido", conta. 
 
Por fim, Carmine frisou a importância da peregrinação jovial e a relação de amadurecimento dos jovens com Deus. "Todo jovem, acima de 14 anos e que tem interesse, pode participar da JMJ. A viagem não é apenas turística, é uma peregrinação", explica. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias