Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ

Restituições do Imposto de Renda alcançam mais de R$ 120,9 milhões

08 OUT 2015 - 08h00

As restituições do Imposto de Renda (IR) vão alcançar mais de R$ 120,9 milhões em cinco cidades do Alto Tietê com a liberação do quinto lote feita ontem. As informações foram confirmadas pela Delegacia da Receita Federal de Guarulhos. Em outubro, mais 18,4 mil contribuintes de Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Suzano e de Guarulhos deverão resgatar pouco mais de R$ 16,4 milhões por meio do 5º lote de restituição do imposto.

As restituições do 4º lote, disponibilizado em setembro, ultrapassaram os R$ 30,5 milhões. Em junho foram depositados mais de R$ 16,8 milhões; em julho, o valor ultrapassou R$ 27,3 milhões, e em agosto, R$ 29,7 milhões.

Apesar de 18,4 mil pessoas estarem relacionadas a receber a restituição, o delegado-adjunto Paulo Marques observou que a quantidade de contribuintes que, efetivamente, terão direito aos créditos pode ser menor, assim como aconteceu nas previsões de lotes anteriores, quando alguns entraram na malha fina. "Na hora de processar o crédito, alguns são bloqueados, seja por inconsistência ou por erros de informações". O valor efetivamente liberado no 3º lote só será contabilizado alguns dias depois da liberação dos créditos.

Para saber se a restituição do IR foi retida, os contribuintes devem acessar a página da Receita Federal (http://idg.receita.fazenda.gov.br/) e consultar o chamado "extrato" do Imposto de Renda, disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC). Um código de acesso será gerado na própria página da receita ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Com a informação sobre quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora ao fisco e, deste modo, sair da malha fina. Quando a situação for resolvida, caso tenha direito à restituição, ela será incluída nos próximos lotes do IR.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias