Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 30 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/11/2020
ERICA ROMÃO
GOLDSTAR
PMMC NOVEMBRO AZUL
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC MULTI 2020 NOV

Revisão do Plano Diretor de Suzano deve custar mais de R$ 1,1 milhão

30 DEZ 2015 - 07h00

A revisão do Plano Diretor de Suzano deve custar mais de R$ 1,19 milhão ao município. O valor é o menor apresentado pelas empresas interessadas em elaborar o documento. As empresas classificadas foram divulgadas ontem pela Prefeitura de Suzano, por meio da Comissão Permanente de Julgamento das Licitações. Três empresas foram habilitadas por meio de processo licitatório. A vencedora será apresentada em janeiro e deverá fazer as análises técnicas (qualitativas, quantitativas, sociais e econômicas) no novo projeto.

De acordo com a publicação feita na página Oficial do DS, foram classificadas em 1º, 2º e 3º lugar as empresas Implenitus, Gerenciamento, Fiscalização de Obras Ltda., com valor apresentado de R$ 1,194 milhão; a Alto Uruguai Engenharia e Planejamento de Cidades Ltda., com valor de R$ 1,329 milhão; e Officeplan Planejamento e Gerenciamento Ltda. EPP, com valor de R$ 1,636 milhão. A classificação seguiu o montante apresentado por cada uma, ou seja, o primeiro lugar equivale à empresa que propôs a elaboração do plano pelo menor valor.

Conforme divulgado anteriormente, segundo o prefeito Paulo Tokuzumi (PSDB), o documento é de suma importância do ponto de vista urbanístico para o desenvolvimento da cidade.

"O plano deve ser feito, baseado na nova situação de Suzano, por exemplo, inserir a nova alça do Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas (SP-21), uma vez que a partir desta alça o município terá um novo desenho", explicou. Ainda de acordo com o tucano, a revisão do plano deve ser concluída até o final de 2016. Vale destacar que a Prefeitura recebeu propostas de sete empresas interessadas em elaborar o projeto. O novo edital de licitação para a contratação da entidade que ficará responsável pela revisão foi publicado em setembro.

De acordo com a secretária de Assuntos Urbanos, Carmen Lúcia Lorente, a Carminha, a meta da pasta era concluir o documento e encaminhá-lo para votação ainda neste ano. Inclusive, ela cogitava solicitar uma sessão extraordinária na Câmara, para votar a proposta. Segundo ela, a administração precisou contratar uma empresa para elaborar a peça, uma vez que a pasta não possui equipe técnica suficiente para fazer o trabalho.

A expectativa da pasta era votar o documento no ano passado, logo depois do término da vigência do plano atual. Neste ano, a licitação foi aberta para contratar a empresa que iria elaborar o documento. A entidade também seria responsável pela construção do Plano de Mobilidade Urbana e Lei de Uso e Ocupação do Solo. Contudo, após apresentação de recursos o certame foi suspenso.

PLANO

O Plano Diretor é responsável por definir a forma como o município se desenvolverá pelos próximos dez anos. A peça deve ser discutida em audiências públicas e votada pela Câmara. Em 2014, diversas plenárias foram realizadas pelas quatro regiões de Suzano por meio da Prefeitura. A empresa que será contratada para elaborar o Plano Diretor receberá as diretrizes da Prefeitura, ou seja, ficará responsável por realizar pesquisas de campo e sintetizar as ideias apresentadas dentro do documento.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias