Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 16 de julho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 15/07/2019
PMMC INVERNO
PMMC AGASALHO
CENTERPLEX HOMEM ARANHA 11 A 17/07/2019

Sabesp descarta aumento de contas de consumo na região

Companhia afirmou que essa possibilidade é "improcedente

Por Daniel Marques - de Suzano17 JUN 2019 - 21h21
De junho de 2018 até hoje, o valor para cada 10m³ utilizados aumentou R$ 2,03, um salto de 8,4% em comparação aos valores de maio de 2018Foto: Arquivo/DS
A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) descarta, pelo menos de forma momentânea, o aumento das contas de consumo de água nas cidades da região do Alto Tietê. A companhia afirmou que essa possibilidade é "improcedente". 
 
Com o reajuste de 4,7242% das tarifas de água em Mogi das Cruzes, que repassará o índice de correção que já foi aplicado em maio para valer a partir de agosto, a possibilidade de um salto no valor das contas foi descartada pela companhia.
Nos últimos 13 meses, as tarifas da Região Metropolitana de São Paulo (que incluem o Alto Tietê) tiveram dois reajustes. O primeiro reajuste anual dos valores das tarifas para água e esgoto autorizado pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) foi de 3,507%, passando a valer em 10 de junho de 2018. 
 
O aumento pulou de R$ 24,15 para R$ 25,00 na categoria residencial para cada 10m³ de consumo. Já o segundo reajuste foi aplicado nas faturas emitidas a partir do dia 11 de maio deste ano. O aumento foi de 4,7% e passou de R$ 25,00 para R$ 26,18.
 
Das cidades do Alto Tietê, apenas Santa Isabel não teve o valor reajustado, valendo então as tarifas e demais condições publicadas em Deliberações próprias.
 
De junho de 2018 até hoje, o valor para cada 10m³ utilizados aumentou R$ 2,03, um salto de 8,4% em comparação aos valores de maio de 2018.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias