Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ

Sabesp realiza conserto de tubulação da captação de água do Rio Guaió

25 NOV 2015 - 07h01

O conserto de ventosas na Estrada dos Fernandes está sendo realizada pela Companhia de Saneamento Básico do Estado São Paulo (Sabesp), para que a via possa receber obras de recapeamento. As ventosas fazem parte da tubulação para a captação de água do Rio Guaió para a Estação de Tratamento de Água (ETA) de Taiaçupeba. Devido à implantação incorreta da tubulação que ultrapassa o nível da estrada, a companhia tem realizado intervenções para que as obras de recapeamento, que visam à recuperação da estrada, possam acontecer nesses trechos.

A informação foi passada ao DS ontem pelos operários da Sabesp. De acordo com eles, esta é a segunda manutenção realizada em ventosas na pista.

No período da manhã, os operários quebravam parte do concreto da tubulação que ultrapassava o nível da via. Após a intervenção, a obra de recapeamento poderá ser feita pela CG Engenharia Ltda. A empresa foi contratada pela Sabesp, após a via ter sido danificada durante as obras de colocação da tubulação do Guaió.

A Sabesp confirmou que o objetivo, com as intervenções nas ventosas, é deixá-las no mesmo nível do asfalto da via e informou que ao todo são três ventosas no trecho. Duas já estão niveladas, incluindo a que os operários trabalhavam ainda ontem, e a terceira somente será possível saber se precisará ser nivelada quando o asfalto estiver sendo reposto no local.

Interligação

A interligação com o Rio Guaió foi entregue em junho para a captação de mil litros de água por segundo para serem transportados ao Sistema Produtor Alto Tietê (Spat). A obra beneficia cerca de 300 mil moradores de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Suzano e Mogi das Cruzes. Com o investimento de R$ 28,9 milhões para ligar o rio ao sistema, a obra serve para garantir o abastecimento durante a crise hídrica. A interligação conta com nove quilômetros de adutoras.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias