Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 09 de dezembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 09/12/2021
CIA SUZANO
SOUSA ARAUJO - SIENA
CREA- SP TRANSFORMAÇÃO DEZEMBRO 2021
SECOM CORUJÃO DA SAÚDE
Cidades

Secretária de Administração detalha projetos realizados

Mesmo com as dificuldades enfrentadas neste período, o balanço das ações realizadas é positivo

Por Matheus Cruz - de Suzano21 OUT 2021 - 11h26
Secretária de Administração detalha projetos realizadosFoto: Isabela Oliveira\DS
A secretária de Administração de Suzano, Cintia Renata Lira, detalhou em entrevista ao DS nesta terça-feira (19), os principais projetos desenvolvidos pela pasta ao longo da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Mesmo com as dificuldades enfrentadas neste período, o balanço das ações realizadas é positivo.
 
Neste período, a chefe da pasta pontua a importância da implantação do projeto “Governo Digital – Gestão Sem Papel”, a reforma do Velório Municipal e a entrega do novo prédio da administração do Cemitério São João Batista, na última semana. “Não havia um gestor no mundo que estivesse preparado para enfrentar uma pandemia. Mas fomos fazendo as ações na medida que tínhamos a determinação do estado, fomos atendendo as demandas e observando as medidas mais imediatas”, disse.
 
Apesar das dificuldades neste processo, a secretária também lembra das reformas realizadas em espaços que são usados pela população, como as Unidades Básicas de Saúde (UBSs).
“Conseguimos ainda várias conquistas durante o período de pandemia, isso é muito positivo para a cidade. Conseguimos finalizar a reforma do Velório Municipal e de várias outras unidades, seja UBSs. O que nos impediu foi apenas fazermos as inaugurações”, explicou.
 
Além das intervenções nos espaços, a chefe da pasta também cita a finalização de sistemas dentro das áreas da saúde e educação, permitindo que a cidade chegasse a anunciar em agosto a implantação do projeto “Governo Digital – Gestão Sem Papel”, em agosto. A ideia do programa é eliminar o uso de papéis nos processos da administração municipal e facilitar o gerenciamento de informações entre as secretarias. A previsão é que sejam economizados R$ 1,3 milhão ao ano.
 
“Isso não foi da noite para o dia. Foi dentro de um trabalho dos últimos três anos, então envolveu o período de pandemia. Tivemos muitas dificuldades, mas a municipalidade não parou”, disse.
Com o cenário pandêmico sendo controlado e possibilitando a reabertura de espaços como parques, Cintia Renata vê positividade para os próximos dias no chamado “novo normal”.
 
“O cenário ainda requer cuidados, mas é mais positivo, otimista. Infelizmente as perdas que tivemos pela Covid vão perpetuar de uma maneira negativa, porém, aprendemos muitas coisas, inclusive a nos cuidarmos melhor”, avalia.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias