Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 24 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo

Suzanenses aprovam nova estação. No 1º dia, operários fazem retoques

13 FEV 2016 - 07h01

Os suzanenses aprovaram a nova Estação Suzano da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que começou a funcionar ontem. No primeiro dia de funcionamento, operários fizeram os últimos retoques na estrutura. Durante a manhã, os passageiros não encontraram dificuldades para utilizar o equipamento, apesar de partes inacabadas da estrutura. Conforme já divulgada, a estação continuará a receber uma média diária de 33 mil usuários. Após a conclusão das obras da segunda etapa, prevista para 2017, a unidade pode atender até 77 mil passageiros nos dias úteis. Ontem, em alguns períodos do dia, a escada rolante ficou sem funcionar.

Para o mecânico de manutenção, Pedro Teodoro dos Santos, a nova estação atende as necessidades dos usuários. "A primeira parte ficou ótima", completa. A passadeira Roseli Garcia concorda e acrescenta que a estrutura ficou bonita. "Em comparação a estação provisória só ganhamos. As escadas rolantes são bem melhores e isso ajuda muito", diz.

O aposentado Osmar Venâncio destaca que a população precisava de um equipamento moderno. "Ficou ótima, agora não precisamos subir todos os lances de escada. Eu tenho algumas limitações e hoje foi bem mais fácil transpor a estação".

De acordo com o também aposentado José Bernardes, as melhorias são visíveis. "Moro em Suzano há 50 anos e já estava na hora de ganharmos esta estrutura. A espera foi muito longa, mas o equipamento melhorou bastante", frisa.

UNIDADE

A estação recebeu cobertura metálica e sistema de captação de água das chuvas, que após tratamento será utilizada para limpeza e banheiros. A unidade conta com dois acessos (um pela Rua Doutor Prudente de Moraes e outra pela Avenida Major Pinheiro Fróes) e dispõe de duas escadas rolantes e uma fixa, além de um elevador destinado prioritariamente às pessoas com mobilidade reduzida.

O novo prédio conta com instalações acessíveis e banheiros públicos comuns e exclusivos para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Na primeira etapa, das 14 escadas rolantes já instaladas, seis entram em operação e dos quatro elevadores implantados, três estão operacionais. Os demais equipamentos integram a segunda etapa da obra, quando a estação ganhará uma segunda plataforma e o maior bicicletário administrado pela CPTM, com 536 vagas. Ao todo, foram investidos R$ 46,2 milhões nas obras da primeira fase e investirá R$ 15 milhões na segunda.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias