Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 21 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/10/2020
SOUZA ARAUJO
PMMC MULTI 2020
PMMC OUT ROSA
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo Outubro

Suzanenses criticam bloqueio do WhatsApp

20 JUL 2016 - 08h01

Os suzanenses criticaram ontem o bloqueio do WhatsApp determinado pela Justiça do Rio de Janeiro. O aplicativo parou de funcionar por volta das 14 horas e voltou a enviar mensagens no início da noite, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de suspender o bloqueio. Esta é quarta vez que o aplicativo sofre suspensão de suas atividades.

Para muitos suzanenses, o WhatsApp é uma plataforma indispensável no cotidiano, principalmente durante o trabalho. Marcos Vinícius, de 21 anos, é vendedor e assume que usa o aplicativo para tudo. "Eu uso tanto pra comunicação pessoal quanto para o trabalho. Às vezes chega uma novidade na loja, a gente já manda uma mensagem para o cliente". O aplicativo faz parte da rotina do vendedor, que alega precisar se adaptar quando ele é bloqueado. "Já é um costume ter o WhatsApp por perto, mas não é uma coisa que eu digo 'ah, não consigo viver sem', dá pra viver, só que é preciso se adaptar a viver sem isso novamente. É algo que eu deixei fazer parte da minha rotina. WhatsApp é mais fácil pela acessibilidade. Mas há outros meios de comunicação também".

Márcia Barbosa, de 44 anos, é ambulante e passa o dia fora de casa. Para ela, o aplicativo é a forma mais fácil de se conectar com a família enquanto trabalha. "Para quem trabalha na rua, o contato é só via WhatsApp. Uso mais pra falar com a família mesmo. Mas muitos comerciantes aqui dependem dele.".

Carlos Henrique, de 21 anos, está há um mês sem celular, mas antes de ser furtado usava muito o aplicativo. "Eu não estou mais com celular, mas antes de me roubarem eu usava bastante. Ajudava no meu serviço, usava o celular para fazer vendas". Na sua opinião, o bloqueio nacional não é correto. "Na verdade isso não é certo. Para que tirar nosso WhatsApp? É o meio de comunicação da gente, todo mundo usa"

A atendente Camila Cristina, de 25 anos, usa principalmente os grupos no WhatsApp. "A maioria das coisas do serviço a gente faz pelos grupos. Hoje em dia é mais prático. Ao invés de mandar uma mensagem pra cada, já mando direto pra todo mundo".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias