Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 25 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/11/2020
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC MULTI 2020 NOV
Reisinger Ferreira
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ERICA ROMÃO

Suzano é líder na região com furtos de 25 quilômetro de fios telefônicos

28 MAI 2016 - 08h01

O furto de fios telefônicos tem se tornado comum na região. Suzano é líder no ranking da região, com o furto de 25 quilômetros de fio, o que representa 3,9% do total do Estado. O dado é três vezes maior que o de 2015, quando o município teve, de janeiro a abril, 8,3 quilômetros de fios retirados das ruas da cidade. O município também ultrapassa as cidades da região com mais habitantes, como Mogi das Cruzes e Itaquá.

A Telefônica/Vivo registrou em 2016, na região, o aumento deste crime em 29% de janeiro a abril se comparado ao mesmo período do ano passado. Em 2015, o Alto Tietê teve 58,9 quilômetros (km) da fiação furtada. Este ano são 76 Km. O último número representa 11,7% do total furtado no Estado de São Paulo, de 649 quilômetros de cabos. A informação leva em conta os municípios de Suzano, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Mogi das Cruzes e Itaquaquecetuba. O objetivo dos criminosos é retirar os cabos de cobre, da fiação, para a venda.

O segundo município que mais registra ocorrência desses crimes é Mogi das Cruzes. Este ano a cidade teve 22,8 quilômetros de fios furtados, aproximadamente 3,5% do total no Estado. Em 2015, o número foi maior, com 29,2 quilômetros cabos retirados por criminosos. Em Itaquá, foram furtados 13 km de fios telefônicos no primeiro quadrimestre deste ano, o que representa apenas 0,97% do total do Estado. Em 2015 o número foi menor, 4,1 quilômetros de cabos.

Ferraz de Vasconcelos teve 8,9 quilômetros de fios furtados em 2015 e 2016 no primeiro quadrimestre, o quarto município que mais registra o delito. Em Poá foram 6,3 quilômetros de fios roubados este ano.

De acordo com a Telefônica, assim que o furto é detectado, equipes técnicas da empresa realizam os reparos no menor prazo possível. Em todos os casos a empresa registra Boletim de Ocorrência (B.O.). Além disso, a empresa adota medidas de prevenção, como a instalação de alarmes e colocação de travas nos chassis de caixas subterrâneas.

Para resolver por completo o problema dos furtos em todo o Estado, a responsável pelas fiações, informou que está fazendo a substituição dos cabos de cobre por outro do tipo bimetálico, que não tem valor comercial. Dessa forma, desestimulando o interesse dos criminosos. Para denúncias, a Telefônica deixa à disposição o telefone 0800 144 444.

POLÍCIA MILITAR

Segundo o 32º Batalhão da Polícia Militar Metropolitana (32ºBPMM), por meio de análise dos Boletins de Ocorrência elaborados nas delegacias de polícia, o comando local distribui a sua força policial, direcionando as patrulhas para os locais de incidência dos delitos que envolvem furto a cabos telefônicos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias