Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 26 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/10/2020
PMMC OUT ROSA
SOUZA ARAUJO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID VERDE
Reisinger Ferreira

Suzano faz plantio em sete bairros e fiscalização para conter desmatamento

03 JAN 2016 - 07h01

Para conter o desmatamento na cidade, a Prefeitura de Suzano fez plantio de mudas, de espécies nativas da Mata Atlântica, em sete bairros. Os locais foram escolhidos estrategicamente por estarem em Áreas de Preservação Permanente (APP), Áreas de Proteção e Recuperação de Mananciais (APRM) e áreas verdes dentro da região central da cidade. Fiscalizações para conter o desmatamento também estão sendo realizadas. A ação tem como objetivo controlar as ações irregulares dentro da cidade.

Entre os bairros atendidos estão o Parque Buenos Aires, o Corredor Ecológico do Jaguari, Jardim Leblon, Parque Max Feffer, o Distrito de Palmeiras, Jardim Quaresmeira e Cidade Miguel Badra.

Além dos plantios, a Secretaria de Meio Ambiente também destacou que, desde o ano passado, as ações de fiscalização de controle do desmatamento da Mata Atlântica estão sendo feitas regularmente. O objetivo é evitar o avanço dos números indicados recentemente pelo levantamento da Fundação SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), onde foi apontado que Suzano é a cidade do Alto Tietê que mais desmatou áreas nativas, com a perda de 39 hectares, entre os anos de 2012 e 2014. Dos pouco mais de 20 mil hectares que o município tinha de Mata Atlântica, atualmente resta apenas 2,4 mil hectares, o que equivale a 12%.

Já as demais cidades da região registraram números bem inferiores: Salesópolis e Ferraz de Vasconcelos desmataram dez hectares; Itaquaquecetuba, oito hectares; Arujá, sete hectares; e, Mogi das Cruzes, seis hectares. As outras cidades da região não tiveram desmatamento neste período.

Em dois anos, a região perdeu 80 hectares de vegetação natural, aproximadamente 79% do território que deveria ser conservado.

Segundo o levantamento, chamado Atlas dos Municípios da Mata Atlântica, as dez cidades da região tinham 252.175 hectares de vegetação natural. Atualmente, possui apenas 52.271 hectares, o que representa 20,73%.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias