Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 24 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/10/2020
PMMC MULTI 2020
SOUZA ARAUJO
Reisinger Ferreira
PMMC COVID VERDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Suzano ganha 5,4 mil carros em um ano, aponta Detran

De acordo com o departamento, a frota atual do município é de 147.700 veículos

Por Lucas Lima - de Suzano20 SET 2020 - 19h00
Frota aumentou em 5,4 mil entre janeiro a agosto de 2020 em comparação ao mesmo período do ano passadoFoto: Regiane Bento/Divulgação
A frota de veículos de Suzano aumentou em 5,4 mil entre janeiro a agosto de 2020 em comparação ao mesmo período do ano passado. Nos primeiros oito meses do ano anterior foram registrados 142.300 veículos. Já neste ano foram contabilizados 147.700 veículos. Os dados são do Departamento de Trânsito de São Paulo (Detran-SP).
 
De acordo com o departamento, a frota atual do município é de 147.700 veículos, sendo 102.840 automóveis, 3.711 caminhões e 16.800 motocicletas. Já em agosto de 2019 a frota total da cidade era de 142.300 veículos, sendo 99.400 automóveis, 3.670 caminhões e 15.990 motocicletas.
 
Entre os veículos, o que mais aumentou foi a frota de automóveis. Na comparação entre janeiro a agosto de 2020 com o mesmo período do ano passado, foram registrados 3.440 veículos a mais, o que representa um acréscimo de apenas 3,46%.
Na segunda posição ficaram as motocicletas. O salto foi de 810 veículos, já que em 2019 eram 15.990 e foi para 16.800 neste ano.
 
O número de caminhões foi o que menos aumentou. Na comparação, foram contabilizados apenas 41 veículos a mais entre janeiro a agosto de 2020 em comparação ao mesmo período do ano passado.
 
Detran
 
O Detran informou que a frota de veículos muda constantemente. Segundo o órgão, da mesma forma que veículos zero quilômetro ou vindo de outras localidades são incorporados, alguns são transferidos do município/Estado de São Paulo para outras localidades. Além disso, outros são definitivamente excluídos (baixa permanente), nos casos de perda total após acidentes e impossibilidade de circulação.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias