Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 23 de setembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2018
PMMC - SETEMBRO FOOD TRUCK SOLIDÁRIO
PMMC SETEMBRO - ENTRE
MRV AGOSTO - SÁLVIA

Suzano mantém projeto de implantação de 'Shopping Popular' na área central

Secretaria de Desenvolvimento Econômico da cidade explica que está procurando empresas e empresários interessados no empreendimento

Por Aline Moreira - de Suzano16 SET 2018 - 12h01
Prefeitura adiantou que a minuta de lei para a regularização dos vendedores que habitavam o antigo shopping popular e, que são atualmente tratados como comércio de rua, já foi feita pela pasta e passa por análise de outros setoresFoto: Sabrina Silva/Divulgação
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Suzano continua estudando a viabilidade da implantação de um novo Centro Popular de Compras na cidade, conhecido como Shopping Popular. O espaço, a princípio, ficaria localizado na região central do município. A pasta explica que está procurando empresas e empresários interessados no empreendimento. 
 
"Já houve algumas visitas técnicas e a pasta está monitorando os interesses. Contudo, o mercado ainda está inseguro e os investimentos estão mais lentos", explica. Em abril, a Prefeitura garantiu que o prédio estaria dentro das estratégias da administração diante da possível construção de uma nova passarela sobre os trilhos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Vale ressaltar que a antiga passarela, desativada em 2013, será demolida até o fim do ano. 
 
Além disso, a Prefeitura adiantou que a minuta de lei para a regularização dos vendedores que habitavam o antigo shopping popular e, que são atualmente tratados como comércio de rua, já foi feita pela pasta e passa por análise de outros setores. 
 
Até o fim do ano o texto deve ser encaminhado para aprovação. "Toda atividade comercial traz benefícios à economia do município. A pasta trabalha para melhorar todas as áreas e entende que atividades regulamentadas são importantes", destaca. 
 
Opinião
 
Para os comerciantes do entorno central, a vinda de um shopping popular para o lado sul, pode significar aumento de vendas por conta da maior circulação de clientes. "É viável a proposta da prefeitura, acho que daria certo por aqui. Não geraria competição e sim ajudaria a trazer os clientes daquele lado para cá", conta a balconista Lúcia Harayasiki, de 40 anos. 
 
O também balconista Ricardo Ferreira, de 29 anos, compartilha da mesma opinião de Lúcia. Para ele, a movimentação iria crescer com a implantação do shopping. "Aqui na Rua o movimento caiu muito depois das retirada da passarela, esse pedaço ficou vazio. Talvez com o shopping, essa rua pode voltar a ficar cheia de novo", explica. 
 
A rua que Ferreira cita é a Benjamim Constant, mas precisamente o começo dela antes da Praça João Pessoa. O comerciante Clélio Nieto, de 63 anos, possui uma loja na rua e explica que tudo o que ajudar a melhorar a circulação de pessoas na rua, é viável. "Acho boa essa iniciativa, quanto mais pessoas por aqui, melhor. Se colocarem outra passarela então, seria excelente", diz. 

Centro Popular segue desativado

O antigo Centro Popular de Compras de Suzano, conhecido como Shopping Popular, está desativado há cerca de 6 meses. Atualmente, um estacionamento funciona no local. Os poucos comerciantes que permanecem na área tentam se manter com a baixa movimentação de pedestres. Além disso, a retirada definitiva da passarela que ligava o lado norte ao lado sul da cidade ainda gera preocupações entre os lojistas. 


"Saímos de lá por decisão própria. O dono queria transformar em um estacionamento e nós aceitamos sair por causa da movimentação. Aqui mais próximo a rua, conseguimos vender um pouco mais, porém, enquanto não dar uma solução para essa passarela, não sabemos por quanto tempo vamos ficar por aqui", conta o comerciante Alexandro da Silva, de 37 anos. 


O antigo shopping e atual estacionamento fica localizado na Rua Major Pinheiro Fróes. Em frente ao local, seis boxes estão instalados próximo a calçada, sendo que quatro estão em atividade. A passarela citada por Silva fica próxima ao estacionamento e será demolida pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).


"Estamos aqui há algum tempo, saímos do shopping porque não tínhamos mais chances de vendas. Mesmo estando aqui perto da rua, o movimento continua fraco. Se voltasse a passarela, aqui ficaria melhor. Agora se a Prefeitura colocar o shopping do outro lado irei para lá com certeza, pois tenho contas para pagar", diz a comerciante Francisca Doracy, de 65 anos. 


A lojista Fernanda Lima, de 37 anos explica que a queda da movimentação no local não é em razão da retirada da passarela, mas sim da crise econômica. Além disso, ela não acredita na promessa da administração pública para a implantação de um novo centro de compras do lado sul do município. "Não é viável essa proposta da Prefeitura porque não tem espaço daquele lado. O único local que daria certo seria aqui, mas ninguém dá a mínima para os comerciantes desse lado", opina.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias