Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 31 de maio de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/05/2020
PMMC HOSPITAL DE CAMPANHA
PMMC RETOMADA
DIARIO DE SUZANO SOLIDÁRIO

Suzano mantém quarentena até o dia 22 de abril

Município segue orientações definidas nesta segunda-feira (06/04) pelo governo do Estado

Por de Suzano06 ABR 2020 - 18h06
Em Suzano, as medidas de contenção previstas no decreto municipal nº 9.432, de 16 de março de 2020Foto: Wanderley Costa/Secop Suzano

A Prefeitura de Suzano prorrogou a quarentena na cidade até o dia 22 de abril (quarta-feira), conforme orientações anunciadas pelo governo do Estado nesta segunda-feira (6). A medida mantém a suspensão de atividades com aglomerações de pessoas, a fim de evitar a transmissão do novo coronavírus (Covid-19) em âmbito municipal. Apenas serviços essenciais estão autorizados a manter o funcionamento normal. 

Em Suzano, as medidas de contenção previstas no decreto municipal nº 9.432, de 16 de março de 2020, ainda devem ser seguidas. No ramo alimentício, estão liberados açougues e casas de carnes; mercados e supermercados (exceto aos domingos); padarias (sem consumo em balcão); e sistema delivery e drive-thru. No comércio em geral, podem funcionar farmácias e drogarias; lavanderias; lava-rápidos; mecânicas e borracharias; comércio de tintas; lojas de produtos de limpeza e descartáveis; e postos de combustíveis (exceto loja de conveniência).

Os serviços essenciais de saúde mantêm as atividades em hospitais, clínicas odontológicas e demais especialidades. Pet shops e clínicas veterinárias, bem como estacionamentos próximos a unidades de saúde, também poderão continuar em atendimento, conforme os cuidados de prevenção. 

O mesmo é válido para os trabalhos na indústria; empresas de segurança e de limpeza; agências bancárias (com restrição); casa de materiais de construção; transporte público; estabelecimentos de beneficiamento e processamento de produtos agropecuários; e comercialização de insumos agropecuários, medicamentos de uso veterinário, vacinas, suplementos, defensivos agrícolas, fertilizantes, sementes e mudas. O restante das atividades comerciais deve permanecer fechado.

O município mantém o funcionamento do Velório Municipal, excepcionalmente, no horário compreendido entre as 06h30 e 16h30, todos os dias da semana, sendo que não poderão ultrapassar duas horas, com a presença de, no máximo, dez pessoas por vez em cada um dos boxes. Ainda deverão ocorrer normalmente os serviços de zeladoria e manutenção, coleta de lixo e cemitérios.

Nova medida

Já as feiras livres diurnas poderão retomar suas atividades a partir do novo decreto, com funcionamento limite até as 13 horas. Só poderão ser comercializados legumes, verduras, frutas e ovos, em bancas e barracas de até seis metros de largura, com espaçamento mínimo de três metros entre elas.

O prefeito Rodrigo Ashiuchi reiterou a importância de seguir o distanciamento social. “Neste momento, o nosso objetivo é zelar pela vida dos suzanenses. Por isso, seguimos as orientações do governo estadual e trabalhamos diariamente para manter a cidade em ordem, conforme todas as recomendações pautadas na ciência”, disse.

O chefe do Executivo destacou que essa medida de prorrogação da quarentena está sendo tomada também de forma regionalizada. O assunto foi debatido nesta segunda-feira (06/04) com outros prefeitos, durante videoconferência do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat).

Governador

Em coletiva de Imprensa, o governador de São Paulo, João Doria, explicou que ações mais restritivas podem ser anunciadas, sem hesitação. “A orientação é para que prefeitos cumpram sua obrigação e não permitam o funcionamento do comércio, exceto daquilo que já estava determinado como essencial. Protejam seus cidadãos”, declarou.

Suzano já contabiliza dois óbitos pelo novo coronavírus entre as nove pessoas infectadas. Outros 114 casos registrados seguem em análise.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias