Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 18 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID LAR
PMMC COVID SAÚDE

Suzano participa de Semana do Aleitamento Materno

02 AGO 2016 - 08h01

Suzano celebra a Semana Mundial do Aleitamento Materno até a próxima segunda-feira. Além das orientações diárias às mães, outras ações são executadas sobre o tema, como campanha para arrecadação de vidros e cursos para capacitar os profissionais ao aleitamento.

O leite doado atende aos primeiros dias de todo bebê que nasce na maternidade da Santa Casa. São aproximadamente 250 partos realizados por mês na Santa Casa, responsável pela coleta. As mulheres que acabam de dar à luz recebem orientações diárias e são incentivadas à amamentação. Bebês em situação de risco continuam recebendo leite do banco de doações, porém, o leite da mãe é sempre preferível.

A Santa Casa de Suzano conta com pelo menos 40 litros em estoque, que é o necessário para atendendo aos bebês recém-nascidos e aos 46 internados na unidade neonatal. Em junho, o município contava com 74 mães cadastradas. A pediatra e coordenadora da sessão neonatal e do posto de coleta de leite da Santa Casa, Iemanjá de Melo, explica que as doações são para os bebês que estão em hospital, "O leite de doação é especifico para os bebês internados. As mães que não conseguem amamentar os filhos em casa, orientamos massagens e técnicas de ordenha para conseguirem. O banco é para os bebês do hospital. Teoricamente, todas as mães têm condições de amamentar. Quando o bebê está doente ou prematuro, talvez a mãe apresente dificuldade para produzir leite."

A pediatra diz que uma campanha de arrecadações de vidros está sendo feita. "Precisamos de vidros para as mães doadoras armazenar o leite. Vidro com tampa de plástico, como de café instantâneo. Estamos aceitando as doações." Para a Semana Mundial do Aleitamento Materno, um encontro com as mães será realizado na próxima quinta. "Estamos planejando comemorar a semana com um encontro com as mães, ano passado já fizemos um evento semelhante.", explica Iemanjá.

A jovem Jaqueline Jennifer Vicente ressalta a importância de amamentar, "É importante principalmente para a saúde e bem-estar do meu bebê. Não tive dificuldades em amamentar, mas não sou doadora, minha filha tem apenas 10 dias."

As mães que desejam doar o leite excedente devem realizar um cadastro no hospital. O leite é retirado pela própria mãe, em casa, e deve ser mantido congelado em um vidro tampado. Duas vezes por semana os vidros são recolhidos das residências e, no final de semana, enviado a Guarulhos onde é feito um processo de pasteurização, para depois chegar aos bancos de leite nos hospitais. As doadoras têm a saúde acompanhada por meio de controle sorológico.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias