Envie seu vídeo(11) 4745-6900
domingo 17 de outubro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/10/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
MAGAZINE CAZARINI

Suzano possui 350 lixeiras e número deve ser ampliado

Monitoramento, as manutenções e a troca dos equipamentos são realizadas constantemente, informou a Prefeitura

Por Thiago Caetano - de Suzano18 SET 2021 - 19h00
Possui hoje cerca de 350 lixeiras espalhadas pela cidadeFoto: Regiane Bento/DS
Suzano possui hoje cerca de 350 lixeiras espalhadas pela cidade. O número de equipamentos poderá aumentar. A Prefeitura de Suzano estuda as necessidades e os locais que poderão receber os novos equipamentos.
 
O monitoramento, as manutenções e a troca dos equipamentos são realizadas constantemente. Os serviços ocorrem, na maioria das vezes, por conta de atos de vandalismo.
 
O DS percorreu a área central na manhã da última quinta-feira (16). A maioria das lixeiras encontradas na Rua General Francisco Glicério estão em bom estado. Na esquina com a Rua Doutor Campos Salles, uma lixeira estava totalmente cheia. Foi possível ver resíduos caídos no chão. Na Praça João Pessoa, todos os equipamentos estão bem conservados. No entanto, há poucas lixeiras no local.
 
Na Rua Benjamin Constant, todo o trecho entre o cruzamento da Rua Doutor Felício de Camargo e a Rua Monsenhor Nuno, só uma lixeira foi encontrada. (em bom estado de conservação). Um pouco mais à frente, próximo ao cruzamento da Rua Tiradentes, em frente, percebe-se que uma lixeira foi retirada do local. Em outro ponto da cidade, na Rua Baruel, a parte de cima de uma lixeira, localizada em frente a um supermercado, estava danificada.
 
O número de lixeiras e os atos de vandalismo são os principais alvos de críticas da população. Para a vendedora de lanches Maria de Fátima Silva de Souza, o número ainda é baixo e criticou a falta de consciência de algumas pessoas que quebram os equipamentos. “Quase não tem lixo aqui. Ainda não é o suficiente. Mas quando colocam, as pessoas arrancam. Aqui mesmo perto da minha barraca tinha uma”, relata.
 
Mesma opinião de Deunice Moraes. Ela lamenta a falta de conservação das lixeiras por parte da população. “Poucas lixeiras aqui na cidade. Não venho muito na cidade, mas vejo algumas quebradas. Infelizmente as pessoas não conservam”, opinou.
Não é diferente da opinião de Lulisete de Jesus. “Muito pouca e há muitas danificadas por aqui”, finalizou.
 
A responsabilidade da instalação da lixeira é da Renovar Saneamento, do Grupo Pioneira. As trocas e os ajustes também são realizados através de solicitações na Ouvidoria Municipal pelo telefone 0800-774-2007 ou no e-mail ouvidoria@suzano.sp.gov.br ou pelo aplicativo para celular Cidadão Online. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias