Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ

Suzano recebe metade das doses das vacinas para campanha contra H1N1

13 ABR 2016 - 08h01

O Estado encaminhou para Suzano apenas metade das doses necessárias para realizar a campanha de vacinação contra a gripe H1N1. A estimativa era de que 65 mil vacinas fossem enviadas, porém apenas 32 mil foram entregues. A informação foi divulgada ontem pelo secretário-adjunto da Saúde, Romero Lima, durante reunião do Conselho Municipal da Saúde (CMS), realizada na Prefeitura. Segundo ele, as demais doses já foram solicitadas ao governo estadual, mas ainda não há resposta sobre quando será feito o envio.

De acordo com Lima, o número de mortes registradas no Estado - que chegou a 102 - aumentou a procura pela vacinação e causou pânico em todas as cidades. Em Suzano, o cenário não foi diferente isso porque a demanda nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). "Este aumento na procura traz um risco de provável desabastecimento da vacina", disse.

Ele afirmou que acredita que as doses restantes devem ser encaminhadas em breve. "Posso dizer que nas próximas semanas deverá ser enviado o restante da doses e conseguiremos imunizar todo o grupo considerado prioritário", disse. Lima afirmou que a possível falta de vacinas pode gerar reclamação da população. "Já solicitamos a reposição, porém cremos que vai ocorrer um estresse e angustia pelos munícipes. Por isso, estamos tentando aplicar a norma e condição que nos foi dado", contou.

As vacinas são cedidas para grupos considerados prioritários, como por exemplo, crianças com idade entre 6 meses e 5 anos, gestantes, mulheres que deram à luz (até 45 dias), idosos, trabalhadores da saúde, pessoas portadoras de doenças crônicas dentre outras.

Paralelamente a campanha de vacinação contra a gripe, a Prefeitura realiza a campanha contra o câncer bucal. Ele frisou que os dados do município serviram como referência para um trabalho científico apresentado no mês passado em Nova York, nos Estados Unidos. "Esta ação é de extrema importância e que já salvou muitas pessoas. É tão relevante que os dados obtidos na campanha foram utilizados por uma de nossas profissionais e apresentado em um congresso internacional. Sofremos muitas críticas, mas também existem coisas de qualidade e que não ganham a visibilidade necessária", ressalta.

Além disso, o secretário-adjunto falou, na região, que a cidade conseguiu a aquisição de dois aparelhos de ultrassonografia por meio de uma emenda do deputado estadual Estevam Galvão (DEM)."Estes aparelhos são fundamentais porque vão melhorar o acesso dos pacientes a exames de ultrassom", explicou. Um aparelho deve ser instalado no Ambulatório de Especialidade e o outro na região do Boa Vista ou Palmeiras.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias