Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 23 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Suzano registra 3.179 nascidos em dez meses deste ano, diz cartório

20 DEZ 2015 - 07h00

O Cartório de Registros de Pessoas Civis registrou 3.179 bebês nascidos, de janeiro a outubro deste ano, que fizeram a certidão de nascimento no local. Após o nascimento das crianças, os pais são obrigados a comparecer no cartório para registrar o bebê em até 15 dias. No início do ano até outubro, o número de crianças nascidas no município caiu cerca de 10%. Em Suzano, apenas o 1º Cartório de Registro de Pessoas Civis realiza o certidão de nascimento e atende na Rua Benjamin Constant, 514, no Centro da cidade.

Em janeiro a cidade havia registrado 297 novas certidões de nascimento realizadas, já em outubro de 2015 foram 267 registros, o que computa uma queda de cerca de 10%. Contudo, durante o ano, o mês de março foi que mais registrou o nascimento de crianças no município, com 376 certidões realizadas, de lá até outubro houve uma queda de 28% no número de nascidos. O mês de abril também teve alto número de mães que deram a luz, sendo 338 certidões de nascimento registradas.

De acordo com o escrevente do cartório Marco Aurélio Miranda, a presença da mãe e do pai é obrigatória para solicitar a emissão do certidão. "Não existe realmente um prazo para que a certidão seja realizada, mas a ressalva é que seja feira após 15 dias do nascimento", explicou. Mirando pontuou que o trabalho para registrar uma criança após o período inicial de nascimento é maior. "Depois os pais precisarão trazer uma certidão negativa, que, basicamente, é um documento que é retirado com todos os cartórios de registro civil da cidade onde a criança nasceu, que comprove que ela não foi registrada lá. Depois disso que é se pode tirar um certidão de nascimento", esclareceu.

Entre os documentos necessários para a realização da certidão está a Declaração de Nascido Vivo (DNV), conhecida como "Folha Amarela", que é dada pelo hospital após o nascimento do bebê, o Registro Geral (RG) do pai e da mãe, além do comprovante de casamento, no caso no pais serem casados. "Se o beber for nascido fora do município é preciso trazer, também, um comprovante de endereço", pontuou o escrevente.

EMISSÃO DE CPFS

A Receita Federal junto aos Cartórios de Registro Civil do Estado está com uma iniciativa, que está sendo lançada hoje, para a emissão gratuita do CPF para recém nascidos no Estado de São Paulo, realizada diretamente nos cartórios. O DS entrou em contato com o Cartório Civil de Suzano para saber se a medita, que é opcional, está sendo adotada no município. De acordo com o oficial do cartório, Luiz Camargo Magnani, a unidade não fará parte da iniciativa. "É uma questão de estruturação mesmo. Quando se tornar obrigatório, as regras e necessidades serão mais claras e então faremos normalmente. Por enquanto estamos aguardando", explicou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias