Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 13 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 12/12/2017
mrv

Suzano retoma licitação para compra de armas para a guarda

De acordo com a administração, antes da entrega, haverá a elaboração dos documentos solicitando a autorização do uso

Por De Suzano07 DEZ 2017 - 12h20
Licitação vai garantir arma para a GCMFoto: Arquivo/DS
Suzano retomou a licitação pública, por meio de pregão presencial, para compra de 18 pistolas 380 para armar a Guarda Civil Municipal (GCM). Em novembro, o certame havia sido suspenso.
 
De acordo com a administração, antes da entrega, haverá a elaboração dos documentos solicitando a autorização do uso das armas para o Exército Brasileiro e a Polícia Federal, mediante vistoria e aprovação. 
“Com a GCM armada, os agentes estarão mais seguros para desenvolver suas atribuições”, informou a Prefeitura. 
 
Atualmente, existem 42 GCMs aptos a utilizar o armamento. A Secretaria de Segurança Cidadã também trabalha na tramitação da doação de aproximadamente 20 revólveres em boas condições de uso da GCM de Campinas. São armas que estão ociosas, pois a corporação daquela cidade trocou o armamento.
Em outubro deste ano, a Secretaria de Segurança Cidadã havia informado que a expectativa era de 93 armas com mais seis motos. 
 
O projeto de armamento, implantado pela atual gestão, contava com três propostas fixadas. Uma delas é a doação da GCM de Campinas que está em um projeto para nos entregar revolveres. 
 
Há também uma emenda parlamentar do ano passado do vereador e presidente da Câmara de Suzano, José Izaqueu Rangel (PSDB), o Zaqueu Rangel, de R$ 80 mil, o qual foi decidido junto com o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) para a compra das pistolas. 
 
Suzano também chegou a entrar em contato também com a Delegacia Geral, onde lá foi discutida a possibilidade de doação de armas da Polícia Civil para a Prefeitura. 
 
A aquisição de armamentos para a GCM de Suzano é abordado há alguns anos, mas no ano passado os agentes passaram por capacitação da Polícia Federal (PF).
 
Novembro
Em novembro, a licitação havia sido suspensa. Na época, o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR), afirmou que o tipo de pistola especificada no documento é para treinamento. Contudo, uma empresa teria se sentido afetada com a descrição de um dos parágrafos.
 
"Tem várias empresas. Queremos uma arma específica, para o treinamento que a gente acredita ser da devida necessidade. Aí outras empresas do mercado entram com impugnação. Acham que podem participar do edital", explicou na ocasião.
 
O prefeito enfatizou que o edital não foi cancelado e que guarda será armada ainda neste ano. "A empresa entrou com impugnação por conta de um trecho. A empresa acha que aquele parágrafo tira a empresa X do certame. Não fazemos um edital visando uma empresa ou outra, a gente faz edital visando o que a nossa guarda precisa. Assim que liberar (a suspensão do edital), a gente vai comprar. A guarda de Suzano vai ser armada", disse o prefeito na época. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias