Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
SOUZA ARAUJO
Pmmc Sarampo
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Suzano tem 29 mil filiados a partidos

23 ABR 2016 - 08h00

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fechou o número de filiados que podem concorrer a um cargo nas eleições deste ano. São 29.113 pessoas vinculadas a um partido político na cidade. O número de filiados aumentou 6,41% em comparação às pessoas que podiam disputar a eleição municipal de 2012, quando a cidade tinha 27.360 filiados. Segundo os cartórios eleitorais - 181ª e 415ª Zona Eleitoral, os diretórios políticos da cidade enviaram as listas em tempo hábil.

Quatro partidos políticos tiveram filiações acima de duas mil pessoas, sendo as seguintes legendas: Partido dos Trabalhadores (PT); Partido Democrático Trabalhista (PDT); Partido da República (PR); e Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

O PT tem o maior número de filiados com 4.186. A legenda teve um aumento de 18,72% em filiações, tendo em vista que há quatro anos 3.526 pessoas estavam vinculadas ao partido. O PDT possui 2.587 filiados; o PR, 2.522; e o PMDB, 2.497.

Quatro novos partidos criados ao longo destes quatro anos computaram filiações na cidade. O Solidariedade (SD) é a sigla com maior adesão em relação as demais legendas, com 509. Seguindo este número está o Partido Republicano da Ordem Social (Pros) com 109; o Partido Ecológico Nacional (PEN) com 59 e o Rede Sustentabilidade (Rede) registrou duas filiações.

Comparando dados divulgados entre 2012 e 2016, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e o PMDB tiveram quedas em adesões. O PSDB integrou nas eleições passadas o quadro de partidos com filiações acima de duas mil pessoas. Em 2012, a sigla tinha 2.077 adesões. Atualmente são 1.888 pessoas vinculadas. Isto representa uma queda de 9,1%.

Já o PMDB tinha 3.180 filiados e atualmente possui 2.497. Uma queda de 21,48% em adesões ao partido.

DIMINUIÇÃO

Apesar de em quatro anos, o número de filiados ter aumentado, quando comparado fevereiro com março deste ano, o número de pessoas vinculadas a um partido político caiu. Isso porque no segundo mês do ano, o TSE havia computado 29.327 filiados e agora em março são 29.113.

Para o especialista político Olavo Câmara, esta baixa é resultado dos frequentes escândalos de corrupção que muitos partidos se envolveram. Além disso, ele disse que outro fato cai sobre a descrença do jovem para a atual política brasileira. "Esta queda é por dois motivos. O primeiro porque já vem acontecendo há um tempo e o segundo e principal motivo é a desmotivação da população nestes últimos três anos. Um exemplo disto é que se o voto não fosse obrigatório apenas 30% votariam".

Câmara ainda ressaltou que a descrença e desmotivação da população são por causa dos atuais políticos, uma vez que demonstram maus exemplos de como governar. "Os partidos deveriam juntar-se para que, assim, pudessem pensar e prospectar projetos que ajudasse e elevasse a consciência do povo", finalizou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias