Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo
SOUZA ARAUJO

Suzano terá mais 13 agentes para combater o mosquito da dengue

27 JAN 2016 - 07h01

Por conta da epidemia de dengue em toda a região do Alto Tietê e a gravidade das doenças como chukungunya e zika vírus, também transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, a Secretaria de Saúde de Suzano está contratando mais 13 agentes epidemiológicos para aumentar as ações no município contra a proliferação do mosquito. Atualmente, a cidade tem 15 agentes que se dividem entre a Vigilância Sanitária e a Zoonoses. Os novos funcionários devem iniciar as atividades nas próximas semanas.

De acordo com o secretário-adjunto de Saúde, Romero Lima, o processo de contratação destes novos funcionários está em andamento. "Esperamos que esses agentes já estejam trabalhando dentro de algumas semanas", explicou. A informação foi divulgada durante a reunião do Conselho Municipal de Saúde realizada ontem no Paço Municipal.

Durante o encontro, os funcionários da Secretária de Saúde também informaram que estão trabalhando para trazer o teste rápido para o município. O procedimento possibilita que o paciente com suspeita de dengue consiga o diagnóstico precoce da doença, o que ajuda no tratamento e no trabalho dos agentes da Vigilância, que dessa forma, vão mais rápido ao redor da casa do contaminado identificar possíveis focos do mosquito.

O secretário também falou sobre a importância da conscientização da população sobre os perigos do mosquito. "A dengue tem sido um problema recorrente no País. Vivemos com isso a mais de 30 anos, mas agora se tornou mais grave. A chikungunya e principalmente o zika vírus vem tirando o sono na população e dos servidores da saúde", comentou Lima.

De acordo com ele, é necessário que a população olhe para dentro de suas casas. "Noventa por cento dos criadouros do mosquito estão em áreas residenciais. Nós estamos notificando os proprietários e visitando as casas para despertar na população o interesse de olhar para dentro de suas casas. Uma porção da população está ficando sequelada devido ao zika por conta a um mosquito que pode ser controlado", pontuou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias