Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Trens das linhas 11 e 12 param hoje e greve vai afetar 900 mil passageiros

03 JUN 2015 - 08h01

Os trens das linhas linhas 11-Coral (Luz - Guaianases) e 12-Safira (Brás - Calmon Viana) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) não vão circular hoje na região. A decisão pela greve foi tomada pela categoria após a realização de uma assembleia, no final da noite de ontem, em frente à Estação Brás, em São Paulo. Ontem pela manhã, o Sindicato dos Ferroviários da Central do Brasil e representantes da companhia se reuniram em uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região. A empresa ofereceu um reajuste de 8,25% para salário e benefícios ou, como opção, 7,72% aos salários e 10% em todos os benefícios, sob alegação de que a situação financeira da empresa e o momento econômico do País estão difíceis. Na região, mais de 900 mil usuários serão prejudicados.

"É uma intransigência da empresa. Não dá para aceitar essa proposta porque não atende às nossas necessidades. Estivemos nas negociações sempre calmos, aceitamos o pedido para adiar a greve e até baixamos nossa proposta", afirmou o presidente do Sindicato dos Ferroviários, Leonildo Bittencourt Canabrava.

A audiência foi extensa e durou cerca de cinco horas. O sindicato tentou negociar um aumento nos benefícios igual ao concedido para os metroviários, mas não houve êxito. A companhia ofereceu um reajuste total de 8,25%, mesmo sendo recomendada pelo juiz do caso em aumentar a proposta para os 8,5%. O sindicato rebate a justificativa de falta de verba e sustenta que o impacto gerado no caso dos benefícios é menor do que conceder um aumento salarial.

O DS já havia publicado que o sindicato tinha sinalizado a renúncia do aumento salarial, caso fosse dado um aumento considerável nos benefícios.

Também serão prejudicadas pela greve as linhas 7-Rubi (Luz - Francisco Morato) e 10-Turquesa (Brás - Rio Grande da Serra). Por dia, a CPTM transporta 3,5 milhões de passageiros.

Com a greve, a CPTM deve dispobilizar aos mais de 900 mil usuários das linhas 11-Coral (Luz- Estudantes) e 12-Safira (Brás-Calmon Viana) o Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência (Paese), mesmo esquema adotado nos finais de semana, quando são realizadas manutenção e modernização do sistema.

Para utilizar o esquema emergencial, os usuários precisam ir até as bilheterias das estações e pagar suas passagens normalmente. No lugar do bilhete eles recebem um papel que tem de ser entregue ao motorista dos ônibus. Já para quem tem o Bilhete Único ou o Cartão Bom deve se dirigir até os bloqueios para receber os tickets.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias