Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 21 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/10/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Reisinger Ferreira
PMMC MULTI 2020
ÚNICCO POÁ
SOUZA ARAUJO

Trotes ao Samu poderiam geram R$ 3,9 mi em prejuízos, diz estudo

28 OUT 2015 - 07h01

Os 7.958 trotes passados ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Suzano, entre janeiro e agosto deste ano, poderiam gerar mais de R$ 3,9 milhões em prejuízos.

O calculo foi feito pelo DS com base no estudo feito pelo Senado e publicado em setembro, onde calcula que cada informação falsa passada a serviços de emergência custe R$ 500, com a saída de cada equipe de salvamento para atender a uma chamada inverídica. Em alguns estados do País, o dano anual seria de R$ 1 bilhão por ano.

A projeção da cifra nacional, de acordo com informações do Senado, partiu de cálculo feito no Amapá, multiplicado pelo número estimado de trotes no Brasil. A maior parte é feita por crianças e adolescentes, dizem profissionais de atendimento consultados por meio do estudo.

A quantidade de trotes feitas para o Samu de Suzano foram divulgados durante audiência pública do 2º quadrimestre da Secretaria Municipal de Saúde. Na cidade, a média de trotes chega a 33 por dia. Nos dois primeiros quadrimestres do ano, foram contabilizados 27.829 atendimentos pelo Samu, sendo 10.577 enganos e 7.958 trotes.

O número de informações falsas aumentou em 2015 em comparação ao ano passado. Em 2014 eram registrados cerca de 30 trotes por dia ou total de 10.913 trotes ao serviço de urgência entre janeiro e agosto.

SAMU

Segundo o Ministério da Saúde, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) é um serviço pré-hospitalar que tem como objetivo chegar precocemente à vítima após ter ocorrido alguma situação de urgência ou emergência de natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, entre outras, que possa levar a sofrimento, a sequelas ou mesmo a morte.

Ele é gratuito e funciona 24 horas, por meio da prestação de orientações e do envio de veículos tripulados por equipe capacitada, acessado pelo número de telefone 192. O serviço realiza os atendimentos em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas, e conta com equipes que reúne médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e condutores socorristas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias