Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 20 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2019
PMMC MIGO
Pmmc maternidade
PMMC NOVEMBRO AZUL
Pmmc Refis 2019
PMMC SEGURANÇA
Cidades

Um dia após incêndio, Maitê contabiliza estragos em casas

Ninguém ficou ferido

Por Daniel Marques - de Suzano18 OUT 2019 - 21h36
Um dia após incêndio, Maitê contabiliza estragos em casasFoto: Daniel Marques/DS
Pouco restou no local onde duas ocupações foram queimadas na noite da última quinta-feira, 17, na Estrada do Areião, no Jardim Maite, em Suzano. Apesar da gravidade do incêndio, relatos de moradores próximos dão conta de que ninguém ficou ferido.
 
A localidade fica na beira da linha férrea onde passam os trens da MRS Logística. Na tarde desta sexta-feira (18), o DS foi ao local e constatou que vários pertences dos moradores estavam espalhados pelo trecho, que fica em um ponto de terra da via. As imagens circularam pelas redes sociais.
 
Nesta sexta-feira, foi possível ver talheres, telhas e algumas pilastras de madeira que, mesmo queimadas, resistiram em pé diante do fogo que consumiu praticamente tudo. Apesar do tempo, alguns pontos com fumaça ainda existiam no local.
As construções, segundo populares, foram feitas com tapumes de madeira. Em alguns pontos, as paredes eram de tijolos que resistiram ao fogo. Elas que, aliás, impediram que o fogo se alastrasse mais ainda.
 
O incêndio aconteceu na altura do número 380 da estrada. O local fica próximo a dois campos de futebol. Conforme noticiou o DS na edição desta sexta-feira, os primeiros contatos com o Corpo de Bombeiros foram feitos por volta das 18h30.
O fogo consumiu as duas casas, além de atingir parte da vegetação que ficava em volta. Há a suspeita de que o incêndio tenha sido criminoso. Vários moradores do entorno se recusaram a falar com a reportagem.
 
Um deles, que prefere não se identificar, falou que sete pessoas moravam no local, juntando as duas casas. Segundo o morador, algumas dessas pessoas não estavam no momento do incêndio e que, após o fato, foram para casas de parentes ou estão nas ruas. "Quem tem parente foi para casa dele, mas acho que alguns estão por aí", afirmou.
 
Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Cidadã de Suzano afirmou que não houve acionamento da Defesa Civil do município ou de órgãos públicos municipais por parte do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar para atender a ocorrência.
A reportagem não localizou nenhum morador das casas atingidas pelo fogo.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias