Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 24 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/10/2020
Pmmc Sarampo Outubro
Reisinger Ferreira
SOUZA ARAUJO
PMMC COVID VERDE
PMMC MULTI 2020

Unidade é inaugurada e vai atender 100 crianças na região do Casa Branca

30 ABR 2016 - 08h01

A sexta unidade de Atendimento Socioassistencial à Criança e Adolescente de Suzano foi inaugurada ontem. O local, que será administrado pela Associação Desportiva e Cultura Luz do Amanhã, vai atender 100 pessoas por dia, entre crianças e adolescentes, da região do Casa Branca. Segundo a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Leonice Ramos Ferreira, o município tem aproximadamente 15 mil crianças em situação de vulnerabilidade social.

Leonice destacou que os atendimentos serão no períoda manhã e da tarde. Ela explicou que crianças e adolescentes, matriculados, receberão café da manhã, almoço e café da tarde. Segundo a secretária, a ideia é de que os alunos sejam atendidos no contraturno escolar. Ou seja, as crianças que estudarem de manhã vão à tarde e o mesmo procedimento se aplicará para quem estuda de tarde.

Todas as despesas serão custeadas por meio de verbas dos governos municipal e federal, além do que os funcionários já foram contratados em regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Leonice pontuou que serão realizadas atividades nas áreas de cultura, esporte, recreação, lazer e lúdica. “A prioridade é o atendimento à criança e ao adolescente em situação de vulnerabilidade social, que abrange violência doméstica, renda, criminalidade ou algum tipo de deficiência”, acrescentou.

Questionada sobre futuras unidades no município, a secretária disse que não há estimativas, uma vez que não está previsto a ampliação das metas do governo federal. “Como é financiado com as três esferas ainda não temos uma estimativa. Porém vamos continuar articulando para ampliarmos”, disse.

Leonice ressaltou que a pasta municipal deve continuar articulando ações para a implantação de novas unidades. Enfatizou que o projeto ajuda na retirada das crianças da rua.

Durante o evento, os alunos matriculados fizeram duas atividades, com o foco no combate ao mosquito da dengue. A primeira foi uma pequena peça teatral ilustrando sobre o perigo do mosquito Aedes aegypti. A segunda foi uma dança e canto sobre a prevenção.

Segundo a orientadora social, Susana Rosa da Silva, o projeto vai resgatar atividades antigas, como, por exemplo, brincadeiras, além de melhorar a qualidade de vida da população local. “O mais importante é que iniciamos uma nova etapa. Um projeto de qualidade, que vai visar resgatar vários princípios de uma sociedade. Além disso, o nosso propósito é resgatar estas crianças que estão em vulnerabilidade social, dentre outros aspectos para melhorar nossa sociedade futura”.

Também estiveram no evento de inauguração, os secretários Clovis Paoletti (SecretariaDefesa Civil e Social);    Claudio Rocha (Secretaria de Desenvolvimento Econômico); e    Luiz Roberto Daleck (Secretaria de Governo).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias