Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 17 de janeiro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/01/2019
PMMC JANEIRO - MOGI CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE 2ª FASE
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO
PMMC JANEIRO  - BRINCANDO NAS FÉRIAS 2019
Suzano

Vagas com exclusividade para idosos são desrespeitadas

Problema persiste há mais de um ano e afeta principalmente a malha central, local onde se concentra o maior número de carros

Por Aline Moreira - de Suzano10 JAN 2019 - 00h04
População reclama da falta de vagas oferecidas aos idososFoto: Sabrina Silva/Divulgação
As vagas de estacionamento destinadas aos idosos estão sendo desrespeitadas por motoristas que utilizam o espaço sem possuir o certificado de exclusividade. O problema persiste há mais de um ano e afeta principalmente a malha central, local onde se concentra o maior número de carros no município. 
 
Além de estacionar na vaga prioritária, os motoristas não respeitam o tempo limite de uma hora e acabam extrapolando o prazo, chegando a ficar parado o dia todo na vaga. O professor aposentado João Faria dos Reis, de 70 anos, comenta que além dessas irregularidades, alguns motoristas utilizam o certificado de terceiros para estacionar nas vagas. 
 
"Vaga de idoso só pode ser utilizada para quem é credenciado e não pelos filhos, amigos ou terceiros. Isso é errado e tira o nosso direito de usar a vaga", argumenta. O professor também conta que já entrou em contato com a Prefeitura solicitando providências ao setor público. Para ele, a melhor solução é que a fiscalização das vagas seja feita pelos agentes da Zona Azul. 
 
A Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana informa que já realiza ações de controle e fiscalização de trânsito no estacionamento, principalmente nas vagas especiais para idosos e deficientes. "Para utilização das vagas especiais é exigido que o veículo esteja portando em seu painel credencial válida emitida por órgão de trânsito oficial, sendo que na ausência desta o infrator está sujeito a multa gravíssima e 7 pontos na CNH. Já a multa pelo descumprimento do estacionamento controlado (zona azul) é grave e o motorista perde 5 pontos". Em 2018, foram registradas 1.330 multas de trânsito por estacionar em desacordo com a regulamentação. 
 
O aposentado Milton Coan, de 65 anos, conta que vê com freqüências motoristas não credenciados estacionando nas vagas. "É muita sacanagem com quem precisa. A cidade já não tem muita vaga para idoso e usam de forma irregular as poucas que temos. A fiscalização deveria ser mais severa e o valor da multa mais alto", opina. Além disso, o problema da falta de vagas prioritárias atrapalha quem precisa da gratuidade do beneficio. O aposentado Joel do Carmo de Moraes, de 66 anos, conta que às vezes precisa pagar a zona azul pela falta de vagas exclusivas. "Você não acha vaga aqui no Centro, é muito difícil. Hoje, por exemplo, eu precisei pagar estacionamento, sendo que eu tenho direito a vaga especial", conta. 
 
O DS percorreu algumas ruas da área central e não constatou nenhuma irregularidade, porém algumas credenciais estavam colocadas na frente do carro de modo que não fosse possível identificar a data de validade do documento. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias