Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 15 de julho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/07/2019
PMMC INVERNO
PMMC AGASALHO
CENTERPLEX HOMEM ARANHA 11 A 17/07/2019

Vendas de chocolates superam as expectativas em Suzano

Final de semana de feriado prolongado, desde a Sexta-Feira Santa, no último dia 19, até o Domingo de Páscoa, foi o período onde mais chocolates foram vendidos

Por Daniel Marques - de Suzano24 ABR 2019 - 08h30
Lojas optaram por fazer promoções próximas a essas datas, e a estratégia deu certoFoto: Sabrina Silva/Divulgação
As vendas de chocolates durante o período de Páscoa superou as expectativas nos comércios de Suzano. Barras, ovos de páscoa e bombons tiveram boa saída durante o período, em comparação com 2018 e com base nas perspectivas dos vendedores.
 
O final de semana de feriado prolongado, desde a Sexta-Feira Santa, no último dia 19, até o Domingo de Páscoa, foi o período onde mais chocolates foram vendidos. As lojas optaram por fazer promoções próximas a essas datas, e a estratégia deu certo.
 
Uma loja, localizada no Jardim Anzai, aproveitou os últimos dias para reduzir o valor. No Domingo de Páscoa, poucos ovos sobraram nos corredores, o que é normal para o gerente da unidade, José Freire. Ele diz que até as vendas na loja superou as expectativas até de ovos, o que era uma dúvida no início. "Tivemos um ligeiro crescimento, de 5% com relação ao ano anterior. Tudo o que faz parte da páscoa vendeu bem, especialmente as barras", conta Freire, que classificou as vendas de 2019 como "ótimas".
Teve loja que fez promoção em que os clientes, ao comprarem dois ovos, levavam mais um. Um supermercado na Vila Urupês seguiu esse caminho. 
 
Apesar do número de opções reduzido de marcas, o gerente da loja, Douglas Santos, afirma que o Domingo de Páscoa esse ano caiu em uma boa data. "Pegou um período de pagamento. Vendemos menos que em 2018, porém superamos as expectativas. Vendemos praticamente tudo", conta.
Apesar de boas vendas, algumas lojas foram abaixo das expectativas. Algumas lojas esperavam igualar o ano de 2018 em números. 
 
Um supermercado localizado na Vila Amorim vendeu quase todos os ovos. Porém, eles esperavam mais saída dos produtos de páscoa no geral. Mesmo reduzindo o preço dos chocolates pela metade, as caixas de bombons venderam mais do que os outros produtos.
 
O subgerente, William de Oliveira, credita a situação à crise econômica no país. A situação, segundo ele, não é restrita apenas ao período de páscoa, mas de uma forma geral. "Muitas pessoas chegam aqui e olham um ovo de páscoa por R$ 50, como vai comprar? É muito caro. A loja, de uma forma geral, não está boa", conta.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias