Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 30 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/10/2020
Pmmc Sarampo Outubro
Pms Coronavírus - Fase Verde
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID VERDE
PMMC MULTI 2020

A fonte da felicidade

21 FEV 2016 - 08h00

SUELIHá um louvor antigo, cuja letra diz: "Vindo sombras escuras no caminho teu; Oh! não te desanimes, canta um hino a Deus. Cada nuvem escura um arco-íris traz, quando em teu coração reinar perfeita paz. Se teu coração estiver em paz, bem contente e alegre os dias passarás, se teu coração estiver em paz, verás que um arco-íris cada nuvem traz". É possível estar em paz passando por problemas? É possível sentir alegria quando enfrentamos dias difíceis? É possível continuarmos confiantes, quando as circunstâncias nos são desfavoráveis? Sim, é possível, quando aprendemos a depender apenas de Deus. O apóstolo Paulo na Carta aos Filipenses escreveu: "...pois aprendi a estar satisfeito com o que tenho. Sei o que é estar necessitado e sei também o que é ter mais do que o necessário. Aprendi esse segredo e, portanto, sempre e em todo lugar e em qualquer situação, eu me sinto contente, esteja alimentado, ou com fome, tenha muito, ou pouco. Posso enfrentar qualquer coisa com a força que Cristo me dá". (Filipenses 4:11-13) Talvez você esteja pensando: "Mas eu ainda não cheguei a esse patamar espiritual. Isso foi possível para o apóstolo Paulo, porém não é para mim". A declaração de Paulo, sob a orientação do Espírito Santo, vem da comprovação de que Deus é a nossa única fonte de felicidade verdadeira. E ainda mais - Deus nos torna tão felizes quanto Ele é. De modo que, mesmo quando temos pouco daquilo que o mundo oferece, temos bênçãos espirituais que o Senhor nos dá.

Todos procuram a felicidade. Busca-se a felicidade a qualquer preço, mesmo em detrimento do bem-estar do próximo. "O importante é ser feliz", sustentam os gurus modernos. Mas a felicidade que o mundo nos oferece, quase sempre,está baseada nas circunstâncias favoráveis da vida e em coisas externas ao homem. A felicidade que Deus nos dá vem de dentro do nosso coração, e não depende de qualquer circunstância externa a nós. É por isso que o rei Davi exclamou: "Somente em Deus a minha alma espera silenciosa, porque Dele vem a minha esperança". (Sl.62:5)

Era incompreensível para os demais presos, Paulo e Silas cantando louvores a Deus, estando presos, acorrentados e machucados, embora não merecessem ser tratados dessa forma. Assim como os primeiros cristãos tinham um louvor nos lábios, quando eram atirados nas arenas, ou serviam como tochas humanas para iluminar os jardins de Nero. A felicidade que Deus nos dá está presente, mesmo quando enfrentamos as maiores dificuldades. "De todos os lados somos oprimidos pelas dificuldades, porém não somos esmagados nem despedaçados. Ficamos perplexos, porque não sabemos a razão de certas coisas nos acontecerem; porém, não desanimamos nem desistimos. Somos perseguidos, mas Deus nunca nos abandona. Somos derrubados, mas nos erguemos e prosseguimos". (II Coríntios 4:8-11) Sabemos que Jesus conhece todas as nossas dificuldades e sofrimentos, pois passou por todas as provações; sofreu, quando tentado, e conhece todas as nossas necessidades. (Hebreus 4:15-16) Sendo assim, quando aprendemos o segredo de que Paulo nos fala, nos momentos em que passamos por problemas não murmuramos, resmungamos ou blasfemamos contra Deus; pelo contrário, vamos buscar mais a Deus através da oração, louvar e glorificar o Seu nome, confiando nas promessas de socorro bem presente. (Salmo 46) (Sueli Barão Rocha de Souza, evangélica, professora, escreve aos domingos.)

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias