Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/11/2017
mrv

Centenária de 105 anos presente na Festa Portuguesa

12 JUN 2015 - 08h00

No fim de maio, a Casa Nossa Sra. de Guadalupe, realizou no Suzaninho, um jantar para arrecadar fundos, em prol da Comunidade Terapêutica " Casa de Emaús" e das Oficinas Dom Bosco, que acolhem jovens e adultos.

No meio dos convidados, quem imaginaria que pudesse estar presente, uma mulher centenária, que em agosto completará 105 anos de vida?

Vibrei e ao mesmo tempo me alegrei, ao reencontrar dona Mathilde Maximo Coelho, com tanta vida no corpo e na alma.

Diante do atual sistema de vida, muito frágil, por todos os males que afetam a saúde da cidade, do Brasil e de tantas pessoas, é uma boa notícia e alegra a todos nós, a comemoração que a família está preparando para celebrar a venerável idade de 105 anos de dona Mathilde, a mulher mais velha de Suzano.

Esta senhora, no seu avançar peregrino, embora, hoje, não consiga avançar e caminhar sozinha, vive uma vida saudável, com a ternura de uma criança e o amor de mãe de 5 filhos, 7 netos e 15 bisnetos.

Filha de pai português, nascido na Ilha da Madeira, Mathilde foi sempre dona de casa e fazem 30 anos que vive em Suzano. Mereceria o título de cidadã suzanense.

Na noite do jantar português, a querida centenária não ensaiou nenhum passo para dançar, porém, mostrou todo o seu contentamento ao experimentar lasquinhas de bacalhau cozido com batatas.

Conheci dona Mathilde quando ela tinha 89 anos e a reencontrei na comemoração dos 100, na festa realizada no Lions Clube de Suzano, alegrando a todos, pela bela sorte de ter chegado a celebrar um século de vida.

Hoje ela está com 105 anos e espero que possa chegar aos 110 anos, entrar no ranking das pessoas mais velhas do mundo, surpreender a todos pela resistência física e ser venerada com muito amor.

Mora com as filhas no Jd. Imperador, perto da Escola Raul Brasil. Espero que possa sair ainda mais vezes de casa, para participar de outros eventos ou receber uma homenagem na Câmara e uma festa oferecida pela Prefeitura com o solidário abraço do Prefeito Paulo Tokuzumi, da Primeira dama Nilce Ramos, do Deputado Estadual Estevam Galvão de Oliveira e da Vice-prefeita Sra. Viviane Galvão de Oliveira.

A mente de dona Mathilde, não está tão lúcida como a mente de dona Amélia, que em setembro completará 103 anos. Esta mulher que mora também no Jd. Imperador, com a filha Graça que trabalha na Red, não se atrapalha em nada, nem perto do fogão, nem perto do telefone, nem debaixo do chuveiro. Verdadeira mulher com espírito de guerreira, sempre vibrante, dinâmica, por dentro da alma e por fora, acolhendo a todos com seu sorriso sincero, e com sua brilhante memória.

Hoje o futuro de muitos de nós, está cheio de incertezas reais, no que diz respeito à saúde. Todos os dias nos levantamos com a mesma queixa, uma dor na perna, no braço, na cabeça, no estômago ou descobrimos doenças mais graves.

Sentimos o peso das forças que declinam e da saúde comprometida e prejudicada por causa de sérios fatores sociais, ambientais e culinários.

Ergamos um brinde, para homenagear estas mulheres heroínas, enquanto disputam o teto de 105 ou de 110 anos e nós ficamos babando de inveja, para alcançarmos esses recordes. Dona Mathilde é tratada, é vestida e alimentada como uma rainha. Em casa é a pessoas mais importante e quando o sol se levanta, a centenária abre os olhos para viver um novo dia e esperar um novo pôr-do-sol, deixando a casa cheia de alegria e de paz.



Padre Carmine

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias