Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 23 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Colheita certa

10 JUL 2016 - 08h00

SUELIComo viver num mundo de injustiça e corrupção sem perder a esperança e a certeza da vitória do bem? Os escândalos que temos acompanhado por esses tempos em nosso país, o terrorismo, a violência urbana, as desigualdades sociais, o tratamento injusto com os refugiados... Tudo isso causa tanta indignação, que chegamos por vezes a duvidar de tudo e todos. Corrupção, corrupção e mais corrupção. Tudo por dinheiro. É o homem valendo pelo que tem e não pelo que é.

No Antigo Testamento, o sinal mais evidente da bênção de Deus era a prosperidade material, fosse individual ou coletiva. Todavia, numa época de crise, o salmista Asafe se desesperou ao contemplar a prosperidade dos malfeitores e o sofrimento dos justos. Na competição da vida, os corruptos estavam "levando a melhor" em relação aos que procuravam agir corretamente. O salmista achava-se indignado a ponto de sentir inveja dos que praticavam a iniquidade. - "Quanto a mim, porém, quase me resvalaram os pés; pouco faltou para que se desviassem os meus passos, pois eu invejava os arrogantes, ao ver a prosperidade deles". (Salmo 73:2-28) Aparentemente, a blasfêmia, violência, soberba e desonestidade dos corruptos não eram imediatamente punidas por Deus. Por outro lado, o salmista passava por contínuas aflições e apertos. Daí o questionamento:"Será que a pureza, a honestidade e a santidade valem a pena?"

O profeta Habacuque também viveu experiência semelhante. Olhando ao redor, viu o mal espalhado por todas as direções. Ele ora, mas Deus não responde de imediato. Então, Habacuque se desespera - "Será que o Senhor não está vendo tanta maldade? Por favor, tome logo uma providência". (Habacuque 1:13) Talvez você também esteja sentindo assim. É bastante compreensível. Saiba, entretanto, que Deus sempre responde no tempo determinado por Sua vontade. Enquanto isso, façaa sua parte - pratique o bem e a justiça em sua vida. Seja o diferencial. Olhe para o futuro com esperança. Desapontamento e destruição aguardam os ímpios, segundo diz a Palavra de Deus. (Salmo 37:1-10)

É preciso manter a calma e esperar o tempo de Deus. O mal jamais triunfará por todo o tempo, pois existe em funcionamento no mundo um princípio de retribuição: "Não se enganem; com Deus não se brinca, pois um homem sempre colherá o fruto da semente que ele plantou. E não nos cansemos de fazer o que é correto e justo, porque em pouco tempo teremos uma colheita de bênçãos, se não desanimarmos nem desistirmos". (Gálatas 6:7-10) Para os cristãos, a verdadeira segurança e riqueza não se acham na "instabilidade dos bens materiais", mas em Deus. O servo de Deus tem uma herança eterna, uma aliança com o Senhor. Ele sabe que O Grande Pai jamais o abandonará.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias