Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 11 de Dezembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/12/2017
mrv

Nossa breve existência

21 MAR 2015 - 23h39

A Bíblia fala sobre a brevidade de nossa vida aqui na Terra. "Porque o homem, são seus dias como a erva; como a flor do campo, assim floresce; pois, passando por ela o vento, logo se vai, e o seu lugar não conhece mais". (Sl 103:15-16) "Pois todos os nossos dias vão passando na tua indignação; acabam-se os nossos anos como um conto ligeiro." (Sl 90:9); "Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece". (Tiago 4:14) Quando somos jovens temos a impressão de que temos a vida toda pela frente. Depois, quando estamos nos aproximando da terceira idade, constatamos que o tempo pela frente é curto, muito curto. Portanto, cabe-nos viver da melhor forma possível a parte que ainda nos resta.

Sabemos que a expectativa de vida hoje aumentou muito no Brasil e no mundo. Mas as Escrituras nos falam de uma expectativa de setenta anos. "A duração da nossa vida é de setenta anos e, se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado, pois a vida passa rapidamente, e nós voamos". (Salmo 90:10) Deus criou o homem para a eternidade; inclusive, física. Quando o pecado entrou no mundo, essa expectativa se desfez, e a morte entrou no cenário da vida humana. A sentença do Criador foi - "Tu és pó e em pó te tornarás". (Gênesis 3:19) Mas a eternidade continuou válida para o espírito. "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Único Filho, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". (João 3:16)

A vida é um presente de Deus; por isso, deve ser valorizada. Tem que ser vivida com propósito, com o alto propósito de engrandecer o Doador da vida, que é Deus, e de servir o próximo. Salomão escreveu sobre a brevidade da vida:"Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade... antes que se quebre a cadeia de prata, e se despedace o copo de ouro, e se despedace o cântaro junto à fonte, e se despedace a roda junto ao poço, e o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu". (Ec 12.1-8) No final do livro de Eclesiastes, depois de uma profunda reflexão sobre a brevidade da vida, Salomão o concluiu assim: "De tudo o que se tem ouvido, o fim é: "Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau". (Ecl 12:13,14) Ao homem rico, que só pensava em acumular riquezas, Deus fez a seguinte pergunta - "Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens tu preparado para ela, para quem será?" (Lucas 12:16-20) Todos morreremos um dia, e a nossa eternidade dependerá de nossa vida com Deus aqui na Terra.



Sueli Barão



Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias