Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/09/2020
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ

Os desafios do clima e o papel do poder público

03 DEZ 2015 - 07h00

duarte-nogueiraAs sensíveis condições climáticas atuais, associadas às perspectivas preocupantes quanto às consequências do mau uso do planeta, estabelecem uma nova ordem mundial cuja principal exigência ambiental, ao contrário do que se possa pensar, passa pela consciência de cada cidadão. Os programas debatidos por autoridades de todos os continentes em seguidos congressos e eventos internacionais, como a COP21, Conferência do Clima da ONU, realizada neste mês em Paris, podem parecer, a princípio, os grandes deflagradores de possíveis alternativas para as principais questões de sustentabilidade que angustiam as sociedades dos mais diferentes países. A realidade, entretanto, aponta em outra direção ou, ao menos, numa direção paralela quando nos deparamos com as demandas básicas do nosso cotidiano, aquelas das quais dependemos para construir soluções sustentáveis em termos sociais, econômicos e ecológicos: a realidade aponta para a viabilização ecológica desenvolvida conjuntamente entre o poder público e o cidadão, ambos compondo a única estrutura suficientemente sólida para enfrentar os grandes desafios que o meio ambiente nos impõe.

Dentro desse constante arcabouço de debates, que exige medidas efetivas para que as futuras gerações possam conviver de modo menos traumático com suas fontes de riquezas naturais, podemos afirmar de modo incisivo que a preocupação ambiental é um dos aspectos que permeiam toda a gestão de projetos desenvolvidos pela Secretaria de Logística e Transportes do Estado de São Paulo. Implantamos, nas várias frentes de nossos empreendimentos, a consciência necessária para deflagrar processos criativos e inovadores voltados à preservação dos ecossistemas com os quais devemos conviver em meio às nossas demandas, processos estes que envolvem desde simples soluções para o lixo jogado nas rodovias até complexos projetos voltados para reduzir a emissão de gás carbônico. Mais do que nunca, temos a responsabilidade de estar atentos a todos os riscos que possam ameaçar o equilíbrio do meio ambiente. As eventuais consequências trágicas de uma mera casca de banana atirada na calçada nunca foram tão ilustrativas para o momento em que vivemos em nossa relação com a natureza. Pouco adiantarão frases de efeito reverberando isoladamente nas grandes conferências se não investirmos esforços em nossos pequenos passos do dia a dia.

Temos hoje, em nossa Secretaria, um leque de projetos ambientais ambiciosos sendo executados em grandes empreendimentos. Acabamos de inaugurar a primeira estrada ecológica do Brasil, a Rodovia Nequinho Fogaça (SP-139), que passa pelo Parque Estadual Carlos Botelho. Os amantes da natureza e praticantes de esportes ecológicos poderão aproveitar a belíssima visão de Mata Atlântica, que guarda ainda raridades de fauna e flora.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias