Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 31 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 31/10/2020
PMMC COVID VERDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pms Coronavírus - Fase Verde
Pmmc Sarampo Outubro

Papa Francisco, na Polônia fala à Juventude do mundo inteiro

29 JUL 2016 - 08h00

carmineCinquenta jovens de vários municípios do Alto Tietê e do Brasil, encontram-se em Cracovia com o Pe. Carmine, para participar do Encontro Mundial da Juventude com a presença de Papa Francisco. A peregrinação contou com a seguinte programação: escala em Lisboa do dia 17 ao dia 20 de julho, para conhecer a cidade e visitar o Santuário de Fátima. Logo depois, o voo da TAP levou os jovens a Varsóvia, onde foram hospedados em casas de famílias, durante uma semana. No dia 25 de julho, todos os jovens poloneses e do mundo inteiro, se concentraram em Cracovia, iniciando as atividades programadas e acolhendo no dia 28 o Papa Francisco. Ele ficará até o dia 31 de julho, quando finalizará as Jornadas Mundiais da Juventude e entregará aos jovens uma mensagem: "A tarefa de serem os novos evangelizadores do Evangelho".

Com o desejo de conhecer a Áustria, Pe. Carmine acrescentou na programação do seu grupo, uma visita à cidade de Viena durante dois dias.

Os jovens saíram de sua casa, para iniciar a peregrinação, a exemplo de Abraão, que se colocou em estado de marcha, sem o conforto de ter algo que lhe pertencesse, a não ser a fé em Deus. A fé faz experimentar, aquilo que Deus é capaz de oferecer, quando nos afastamos do consumismo e do desperdício material.

Não é este o sentido do "maná" e das "fontes de água" do deserto, que os israelitas acolheram com entusiasmo, agradecendo a Deus por não tê-los abandonado, quando fugiram do Egito, andando pelo deserto, suportando sede e fome?

Com a peregrinação, o homem aprende a viver profundamente o seu encontro com Deus e concretizar nele o seu sonho de felicidade. Abraão foi um homem peregrino e a semelhança dele, os jovens despojam-se de tudo e com uma mochila, boné, saco para dormir e garrafa de água, andam por duas semanas, nas cidades onde serão hospedados, peregrinando sem parar e firmando sua fé no Deus que os acompanha.

Os jovens que saem de casa, não são apenas turistas, eles são peregrinos, porque sabem que o motivo da viagem é religioso, sabem que é uma peregrinação e fazem parte de um povo numeroso de peregrinos, levando consigo somente o necessário para a viagem.

Não há peregrino, que volte para casa, sem uma nova visão da vida. As caminhadas, as peregrinações, as romarias, unem as pessoas, curam a solidão e ensinam que a morada terrestre é passageira e provisória, pois somente no céu teremos uma morada eterna.

A cada dia, a bagagem das coisas que usamos e carregamos, deve ser mais leve. É sempre melhor guardar sobretudo, as graças, as bênçãos e as boas lembranças da vida. Essas coisas não pesam, podem ser levadas sem dificuldade e podem trazer muita paz ao coração, como também um sopro de vida nova no lar e na vida do dia a dia. A vida é uma peregrinação, que deve suscitar a vontade interior de procurar alguma coisa de extraordinário, que leve ao encontro com Cristo e com os irmãos.

A característica fundamental do encontro dos Jovens com o Papa Francisco, tem um objetivo bem definido: ser um grande encontro, talvez com a participação de dois milhões ou mais de jovens, para lhes anunciar a alegria do Evangelho e os convidar a serem apóstolos, evangelizando outros jovens.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias