Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO
Pmmc Sarampo
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE

Por onde passa, você faz brilhar ou ofuscar?

06 ABR 2016 - 08h00

Jorge LordelloUm empresário de sucesso, dono de rede de lojas em shoppings, muito enfermo, estava em um leito hospitalar. O médico deu a entender que o caso era gravíssimo e que a morte estava próxima. Dessa forma, ele reuniu os três filhos e lhes propôs um desafio:

"Um de vocês vai se tornar presidente da companhia que levei anos para erguer. Para decidir qual é merecedor, vou dar a cada um uma nota de um dólar. Saiam e comprem o que puderem com esse dinheiro, mas quando voltarem a este quarto de hospital, hoje à noite, o que quer seja que vocês tenham comprado terá de encher este quarto de canto a canto".

Os filhos ficaram entusiasmados com a oportunidade de dirigir uma organização tão bem sucedida. Todos foram à cidade e gastaram a nota de um dólar. Quando voltaram ao hospital, o pai perguntou:

"João, o que você fez com o dinheiro?"

"Bem, fui à fazenda de um amigo e comprei estes dois fardos de feno".

Em seguida, desamarrou-os e começou a jogar para o ar. Por alguns instantes, o quarto ficou cheio de feno; mas depois de alguns minutos o material se acomodou no chão e não cobriu de canto a canto o espaço, como o pai havia proposto.

Chegou a vez do segundo filho: "Paulo, o que você fez com o dinheiro?"

"Eu comprei estes dois travesseiros de plumas". Ato contínuo, abriu os travesseiros e espalhou as plumas por todo o quarto. Depois de algum tempo, elas se assentaram no chão e o quarto não ficou completamente cheio.

O último era o filho mais jovem:

"E você, Carlos, o que fez com o dinheiro?" A resposta surpreendeu a todos:

"Papai, inicialmente troquei a nota por moedas. Investi cinquenta centavos do meu dinheiro em alguma coisa que valesse bastante a pena, como manda a Bíblia. Dei vinte centavos a duas entidades filantrópicas da cidade. Doei mais vinte centavos à igreja, e com os dez centavos que sobraram, comprei duas coisas".

O filho enfiou a mão no bolso e tirou uma caixa de fósforos e uma pequena vela. Acendeu a vela, apagou a luz e o quarto todo se iluminou. De canto a canto, o quarto ficou cheio, não de feno, não de plumas, mas de luz. Emocionado, o pai disse:

"Parabéns, meu filho, você será o presidente da empresa, porque compreendeu uma lição muito importante sobre a vida. Você sabe como deixar a sua luz brilhar por onde passa".

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias