Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
Pmmc Sarampo
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Sem o cuidado com o Meio Ambiente, a cidade é inabitável

17 JUN 2016 - 08h00

carmineNa primeira semana de junho, foi realizada em todos os municípios do Brasil, a Semana do Meio Ambiente. Secretarias municipais, escolas, Igrejas, associações e empresas, programaram iniciativas, para destacar a importância do cuidado com o Meio Ambiente. Há necessidade de vestir a camisa e entrar na luta, para um desenvolvimento mais sustentável. Foram promovidas diversas ações, voltadas à questão ambiental, dentre elas, caminhadas ecológicas, mutirão de limpeza, palestras sobre resíduos sólidos, aulas práticas de reaproveitamento de papéis de jornais e revistas e plantio de árvores. O objetivo maior dessas atividades, é a de criar uma nova mentalidade nos cidadãos, de como usufruir dos recursos oferecidos pela natureza, sem desrespeitar o meio ambiente. A educação ambiental é fundamental, por isso é importante que todos nós tenhamos consciência, em relação ao mundo em que vivemos, para que haja na cidade, qualidade de vida, sem agressão à natureza.

Suzano, precisaria alcançar uma melhor qualidade de vida, melhorando o cenário urbano, paisagístico e ecológico. Poderia desfrutar a beleza do Parque Miraporanga, que é um verdadeiro santuário ecológico, que se encontra abandonado, depois da morte do proprietário Samuel Jorge de Mello, e torna-lo um ponto turístico.

Poderia ser incluída também, no roteiro da visita, a Igrejinha do Baruel, onde teve início a formação do povoamento suzanense e que está próxima do parque.

Grande benefício, poderia trazer à cidade, o Parque Max Feffer, se fosse tratado como sendo um Parque ecológico, onde os pássaros e até as abelhas teriam o prazer de fecundar. O Parque Max Feffer, não tem um caminho natural e ecológico, com trilhas que se estendam no meio da mata nativa, bosques e rios. É um parque urbano e como tal deveria oferecer um ambiente mais fascinante, com mais flora, plantio de árvores, fontes de água, jardins, plantas e flores. As pistas para caminhada e cooper, deveriam estar melhor conservadas.

É necessário, conscientizar mais a sociedade, sobre a preservação do meio ambiente, porque o cuidado com a “Casa Comum”, leva a uma melhor qualidade de vida.

O termo qualidade de vida, é utilizado para descrever, não apenas o cuidado que se deve ter com a natureza, com a flora e a fauna, mas também, para descrever a qualidade das condições de vida, tais como: alimentação, saúde, educação, moradia, liberdade de escolha e bem-estar. Ademais, há outros fatores, que também influenciam a qualidade de vida das pessoas, como, por exemplo, os amigos, a família, e o trabalho. A cidade é um pequeno espaço da grande “Casa Comum”, que é o planeta Terra. Por isso exige que este espaço seja bem cuidado, com ações programadas pela Administração pública e sobretudo com uma educação ambiental, dentro da escola e do lar. A percepção dos suzanenses, a respeito da cidade, é que ela sobrevive, sem alcançar um equilíbrio entre a receita e os gastos. Parece que a Administração, consegue manter apenas o funcionalismo público, mas sem obras públicas, pois estas dependem também, dos recursos vindo do Estado e do Governo Federal. Ao propor ações, que deem respostas às necessidades da comunidade suzanense, os pré-candidatos apresentem projetos que dão vida ao aspecto urbanístico, social e humano da cidade.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias