Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
ÚNICCO POÁ
SOUZA ARAUJO

Sobre aldeias, vilas e cidades

19 MAI 2016 - 08h00

eduardo caldas corApesar da complexidade para se definir o que é urbano ou rural, o que se caracteriza como cidade ou povoado, aldeias vilas e cidades, Portugal há muito simplificou essa questão.

Em Portugal, desde o início dos anos 80 (Lei 11/82), qualquer aldeia que queira se emancipar e tornar-se vila deve cumprir determinada função no sistema territorial português e para tal precisa ter, além de pelo menos 3 mil eleitores, determinados equipamentos públicos: um posto de assistência médica; uma farmácia; um equipamento cultural que pode ser "casa do povo, dos pescadores, de espetáculos, centro cultural ou outras coletividades"; transportes públicos e coletivos; posto de Correios e Telégrafos; estabelecimentos comerciais e de hotelaria; estabelecimentos que tenham Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, ou seja, escolaridade obrigatória; e finalmente, uma agência bancária.

Do mesmo modo, qualquer vila que deseje tornar-se cidade precisa ter: instalações hospitalares com serviço de permanência; farmácias; corporação de bombeiros; casa de espetáculos e centro cultural; museu e biblioteca; instalações de hotelaria; estabelecimentos que tenham Infantário (creche), Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino preparatório, Ensino Médio; transportes públicos, urbanos e suburbanos; parques ou jardins públicos.

Escrevo sobre Portugal porque torna mais simples, a partir deste parâmetro, refletir sobre Suzano e seu entorno. Que outros equipamentos seriam importantes para caracterizar nosso municípios como Vilas ou Cidades: feiras livres? Mercado municipal de Abastecimento? Cinema? Rodoviária?

Uma vez elencados outros equipamentos que a sociedade local considera relevante, quais os municípios do Alto Tietê Cabeceiras são mais adequados para cumprir papel de Cidade e, portanto, polo de atração urbana do entorno?

Tenho a impressão de que o município de Suzano, nos últimos anos, tem aberto mão de se estabelecer como este Centro de atração, ou de ser chamado de "Cidade" nos moldes portugueses.

Apesar dos esforços recentes iniciados no período de 2004 a 2012, com a transformação do Auditório Municipal em Teatro Municipal, da atração de Faculdade e Centros Técnicos tanto Federal quanto estadual, da ampliação da Santa Casa e da rede de atendimento de saúde, de escolas nos diversos níveis de ensino, dentre outras obras e investimentos, o município de Suzano, no período subsequente iniciado em 2013, não foi capaz de manter ou ampliar os esforços anteriores.

É preciso repensar Suzano para que o município efetivamente se caracterize como "Cidade".

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias