Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 29 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/10/2020
Pms Coronavírus - Fase Verde
PMMC COVID VERDE
PMMC OUT ROSA
PMMC MULTI 2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Tranquilo

20 FEV 2016 - 07h00

suami-cor_Viver no Brasil de hoje não está fácil. Você pensa assim? Ao menos penso que é para a maioria de nós. Porém não sou de me entregar ao pessimismo e jogar fora as esperanças. Sempre tento encontrar caminhos. Quem não quer avançar? Chegar, nem sei se isso vai acontecer comigo logo ou algum dia. Sei que já cheguei a tanto. Como você se vê? O que sei é que desejo continuar o meu caminho. E sempre tenho lá minhas ideias. Meus sonhos. Meus propósitos. Não desisto fácil. E caminhar, já dizia o poeta, é o nosso destino. Vou seguir caminhando. Você o que quer?

Sou poeta, sei disso, sinto isso, o que não me faz mais iluminado. A poesia está no nosso olhar. Como você olha o mundo? Sente ou não o encanto? Tenho minhas crônicas para me libertar hora aqui hora ali. É o meu jeito.Quando lê algo de alguém não sente nada lhe provocar? Sei que os versos, por vezes, tantas vezes, nos escapam dos dedos, do olhar. A prosa nos solta hoje, aqui, ali, amanhã. Não creio ser diferente com você. E minhas metáforas tem lá sua lógica, sei também. E você?

Nem mesmo a necessidade da racionalidade, tantas vezes extrema, em que me vi, ante a ciência, provocou qualquer ressentimento. Sei lá, como se tivesse duas cabeças. Uma de sentimento e outra de razão. Isso nunca me limitou. Seguramente, você já se viu muito lógico ou muito emocional.

Sempre que tratei disso com amigos, especialmente com um vinho a nos acompanhar no sorriso, senti que não sou sozinho. O Lambrusco branco gelado me olha ao lado. Sorrio. Somos todos assim. Mesmo que até alguns não o queiram. Mas quase todos se dão conta disso, razão e emoção é o que nos conduz. E seguimos o nosso caminhar, nosso destino sempre adiante. Quem pode ser diferente?

Saber eu sei que não sou nenhum jovenzinho, mas não consigo me sentir velho. Não caia nessa armadilha do envelhecimento. Claro, já vi jovens muito velhos. Sinto, lá dentro de mim, que tenho tanta coisa ainda para fazer. O caminho a minha frente parece tão longo ainda. Tenho mais a caminhar. Talvez isso me leve a ter um pouquinho de pressa no meu fazer algumas vezes. Tá bom, é verdade. Sei lá, mas será que não é se sentir velho quando a gente acha que está no fim do caminho?Como é que você vê isso? Será que isso tem a ver com acreditar, ou pensar, ou sentir, não ter mais nada a fazer?

O vinho ainda gelado. Sinto o aroma suave. Quero mais, mas sinto que sigo tranquilo. A caravela feita de conchas na prateleira navega ao vento. O cristal bruto, ao lado, indica o alto. Caminhar, eis a direção.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias