Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 25 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/09/2020
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Túmulo vazio

27 MAR 2016 - 08h00

SUELIO nosso Evangelho não termina em morte, mas em vida; não termina em túmulos, mas em triunfo. Por isso, nos alegramos. Temos um Salvador Vivo. A morte traz tristeza. Sentimos a dor de perder aqueles a quem amamos. Ainda que saibamos que eles estão com Jesus, usufruindo das bênçãos da salvação, nós sentimos a dor da separação. E isso é compreensível, pois Jesus, em sua humanidade, também chorou ao ver as pessoas chorando e sofrendo pela perda do amigo Lázaro.

A cruz é o símbolo da morte, tanto que é emblema de cemitério. Fúnebre. A cruz era sempre para alguém morrer nela. Os romanos crucificaram milhares de pessoas antes e depois do Calvário. Mas a cruz é também símbolo de vida. Se Jesus não tivesse se levantado dentre os mortos, nenhuma pessoa de mente sã valorizaria algo tão hediondo e repulsivo como a cruz, que foi manchada pelo sangue de Jesus. Pelo milagre de Sua ressurreição da tumba, Jesus colocou o selo de garantia da nossa própria ressurreição. Um Cristo morto não seria o nosso Salvador e Redentor. Um túmulo fechado jamais teria aberto os céus. Pelo rompimento das cadeias do sepulcro, Jesus provou ser, para todo o sempre, o Redentor. O símbolo do Cristianismo é sempre uma cruz vazia.

A cruz de Cristo canta vitória sobre a morte: "Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão?" (I Coríntios 15:55) Durante três horas tudo ficou negro como a noite. Houve um eclipse. Como se a natureza se cobrisse de luto. Três dias depois a luz voltou a brilhar: "Ele ressuscitou!" As mulheres viram o túmulo vazio. Alguém poderia ter subtraído o cadáver? Os discípulos não teriam coragem para isso, uma vez que a sepultura estava selada e de sentinelas à vista. Os soldados não teriam nenhum interesse nisso; pelo contrário, estavam ali para assegurar a inviolabilidade do túmulo. A ressurreição, ainda que inexplicável, é milagre, e milagre não se explica. Cristo está Vivo! Ele mesmo disse: "Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá." (João 11:25)

O apóstolo Paulo afirma: "Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens." (I Coríntios 15:19) Foi o fato da ressurreição de Cristo que levou os discípulos a trabalharem como revolucionários apaixonados e pioneiros na transformação do mundo de seu tempo. Eles pregavam que Cristo estava vivo. Essa deve ser a nossa mensagem até que Ele volte!

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias