Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 30 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/10/2020
Pmmc Sarampo Outubro
Pms Coronavírus - Fase Verde
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC OUT ROSA
PMMC MULTI 2020

Você acredita em "frescura de mulher"?

22 DEZ 2015 - 07h00

Jorge LordelloDois homens viajavam através de uma densa floresta, quando, de repente, sem que nenhum deles esperasse, surge, do meio da vegetação, um enorme urso. Um dos viajantes, de olho em sua própria segurança, não pensou duas vezes, correu e subiu numa árvore. Ao outro, incapaz de enfrentar a enorme fera sozinho, restou deitar-se no chão e permanecer imóvel, fingindo-se de morto.

Ele ouvira dizer que um urso, e outros animais, não tocam em corpos de pessoas falecidas. Isso pareceu ser verdadeiro, pois o animal se aproximou dele, cheirou-o de cima para baixo e, aparentemente convencido que estava de fato morto, foi embora tranquilamente. Só então, o homem que estava em cima árvore desceu. Curioso com a cena que viu lá de cima, perguntou: "Olha, me deu a impressão que o urso estava sussurrando alguma coisa em seu ouvido.

Ele lhe disse algo?" "De fato, ele disse sim!" respondeu o outro, "Disse que não é nada sábio e sensato de minha parte andar na companhia de um amigo que no primeiro momento de aflição me deixa na mão!". O amigo leitor já passou por isso? A crise é o melhor momento para revelar quem são os verdadeiros amigos. Ter pessoas ao seu lado quando as coisas estão indo bem é por demais fácil! Na hora do churrasco, da festa, da viagem, dos presentes, é normal as pessoas se aproximarem para aproveitar esses bons momentos. E na hora do problema... quem já ficou ao seu lado? Quem não te abandonou? São em momentos difíceis que vemos realmente com quem podemos contar. Nos últimos tempos tomei ciência de diversos casais que se separaram em razão de desemprego, falta de dinheiro, rusgas familiares ou uma simples contrariedade. Uma pergunta se faz necessário: qual era o laço que unia esses casais? Pelo jeito, era um fio bem fininho, pois se arrebentou com singela tensão. Recentemente, recebi e-mail de uma seguidora de minhas redes sociais relatando estar passando por sérias crises de pânico e que está em tratamento com psicólogo, mas ainda não obteve melhoras. Comentou que o marido acha que é "frescura de mulher" e a ameaçou de separação. Ou seja, o insensível marido, ao invés de dar apoio à esposa, prefere esquivar-se da dificuldade enfrentada pela parceira, e o pior, gera ainda mais medo ao levantar a hipótese de divórcio. Portanto, amigo leitor, valorize as pessoas que sempre se preocuparam com você e te deram apoio nos momentos difíceis.

Não corra atrás daquelas que você já sabe que quando realmente precisar, a possibilidade de serem solidárias é duvidosa.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias