Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 24 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
CEMEAP - SETEMBRO
PMMC COVID SAÚDE
COLUNA

Jorge Lordello

delegado e escritor

Ansiedade, como não cair nessa armadilha

16 SET 2020 - 05h00
Na escala de 1 a 10, qual seu grau de ansiedade atualmente? Se o leitor respondeu mais que 6, recomendo continuar a ler este artigo, pois os sintomas provocados pela ansiedade não são nada agradáveis. Em virtude da pandemia do coronavirus, esse problema se tornou mais latente nas pessoas; as preocupações com o futuro aumentaram muito. Será que vou conseguir emprego? Até quando poderei pagar minhas contas? E se eu me contaminar, o que vou fazer? A ansiedade é uma espécie de medo; é um sentimento que nos faz sentir pequenos diante de algumas situações do cotidiano relacionadas ao futuro. Subtrai nossa energia e a vontade de praticar atividades prezerosas. Um exemplo prático, é navegar na internet consultando diversas páginas ao mesmo tempo. Em dado momento, o computador está um pouco mais lento. O problema só será resolvido se fechar as abas e lidar com poucas páginas de cada vez. A ansiedade faz pensar em vários problemas que podem ocorrer no futuro e com isso retira energia vital do momento presente. O leitor pode estar tendo o seguinte raciocínio: "Lordello, estou sentindo exatamente isso, mas como faço para diminuir a ansiedade e me concentrar mais no presente?" Inicialmente, entenda que o único controle que devemos aprender é o de "aprender a se controlar". Temos que ter a capacidade de controlar a nós mesmos, ou seja, ter controle das ações e reações. Reflita sobre o seguinte exemplo: imagine uma lanterna onde os raios de luz estão voltados para uma pequena área. Com certeza, esse espaço terá excelente qualidade de luz, ou seja, o foco é concentrado. Mas se pegarmos outro tipo de lanterna cuja luz é espalhada num raio bem grande, o que vai acontecer? Toda a extensão alcançada pela luminosidade ficará embasada, totalmente desfocada. Pessoas ansiosas, sem perceber, desregulam a lanterna da mente, tiram o foco no presente e espalham energia no futuro, que é totalmente incerto e desconhecido. A dica de ouro é baixar as abas de vários pensamentos inúteis que estão rodeando a mente e concentrar apenas no foco chamado momento presente, ou seja, quanto mais luz no "aqui e agora", menos pensamentos no desconhecido amanhã. 
PMMC COVID SAÚDE
BANNER APS DESKTOP
Pmmc Sarampo

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias