Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 04 de março de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 04/03/2021
COLUNA

Jorge Lordello

delegado e escritor

Ganho menos que mereço, por isso não me esforço...

22 OUT 2020 - 05h00
No seu trabalho você faz o possível ou entrega o seu melhor? Normalmente, quando entro numa loja, por exemplo, não percebo entusiasmo dos colaboradores em oferecer um atendimento espetacular.
Nesta altura do artigo, algum leitor pode estar pensando o seguinte: "Poxa Lordello, me pagam pouco, muito abaixo do que eu mereço; em virtude dessa situação, não me sinto motivado a entregar o meu melhor". Desculpe a sinceridade, mas esse é um pensamento medíocre. Tenha em mente que o cliente não tem nada a ver com sua insatisfação salarial. Outra pessoa pode pensar diferente: "Meu patrão não oferece boas condições de trabalho, por isso fica difícil atender bem a clientela". Para esse tipo de colocação, digo apenas que a pessoa deve fazer seu melhor com as condições que possui. Faça o que estiver ao seu alcance, na condição oferecida no momento. Não crie desculpas ou motivos ardilosos para não fazer um trabalha bem feito.
Certa vez, ouvi de um funcionário público a seguinte frase: "Eu trabalho de acordo com o que o governo me paga". Imediatamente perguntei se ele estava satisfeito com o salário que recebia no quinto dia útil. A resposta foi a seguinte: "Eu ganho uma mixaria se levar em conta a responsabilidade do cargo que ocupo". Não tive dúvidas e retruquei: "Quando você prestou concurso, o salário oferecido era do seu agrado?" Timidamente, ele respondeu: "Não, mas achei que poderia melhorar com o tempo".
O certo é fazermos o nosso melhor dentro das condições que nos são oferecidas. A isso damos o nome de entusiasmo. Ter trabalho num país com milhões de desempregados, é uma dádiva que deveria, por si só, entusiasmar qualquer pessoa. 
BANNER APS DESKTOP
SOUZA CAFÉ

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias