Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Logo de aniversário de 60 anos
segunda 02 de agosto de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 01/08/2021
COLUNA

Jorge Lordello

delegado e escritor

Lição para se proteger do ódio

21 JUL 2021 - 05h00

"Mestre, como faço para não me aborrecer? 
Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes. Sinto ódio das que são mentirosas. Sofro com as que caluniam". 
O sábio respondeu: "Pois viva como as flores".
"Como é viver como as flores?" pergunta o discípulo. "Repare nestas flores", continuou o mestre, apontando lírios que cresciam no jardim.
"Elas nascem no esterco, entretanto, são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas. 
É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento. 
Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora. Isso é viver como as flores".
O discípulo refletiu por quase um mês sobre a lição recebida e entendeu que se deixasse se influenciar pelas emoções ruins dos outros, aos poucos perderia sua essência. 
Foi assim que o jovem decidiu permanecer longe das pessoas e notícias que não lhe agregavam em nada. Percebeu que o embate não leva a lugar nenhum, muito pelo contrário, traz discórdia e mal estar. 
Portanto, caro leitor, fica aqui uma das principais lições na vida, qual seja: permaneça ao lado das pessoas agregadoras.
E quando não tiver jeito e o contato com alguém com energia negativa não for possível evitar, faça cara de paisagem e posicione-se como uma flor, linda, calada e impassível. 

 

UNINTER promoção de Dia dos Pais
UMC
BANNER APS DESKTOP

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias