Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 09 de dezembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 09/12/2021
COLUNA

Lorena Burger

Advogada

Lorena Burger de Freitas Alves dos Santos é advogada

Corona persistente

26 OUT 2021 - 05h00

Nós já estamos cansados de usar a máscara, acreditamos que ela não mais é necessária, além disso, o calor dos últimos dias nos dá o motivo principal para deixar ela de lado...
Então mesmo com normas nos obrigando ao uso dela, muitos andam pelas ruas despreocupados com o rosto totalmente à vista...
Somente as colocam para adentrar nos comércios que continuam não permitindo o acesso sem elas...
De fato estamos muito tranquilos, acreditando que o perigo passou que o vírus se encolheu, ou melhor, morreu, não é e, não será mais um problema para nós.
Uma grande maioria já está vacinada então, diminuímos a letalidade dele, pois, com a vacina nos tornamos mais resistentes, mas isso não significa nem de longe que ele nos abandonou ou perdeu a vontade de viver...
Pelo contrário, continua forte e firme, infelizmente... E quando atinge alguém cuja imunidade não é boa, ainda faz um estrago por vezes letal.
O número de infectados vem caindo sensivelmente, o número de mortes também, mas até agora não chegou à zero. Ele está aí bem presente e causando danos quando consegue atingir alguém.
No início eram os idosos e pessoas portadoras de doenças que eram seus alvos mais fáceis e, eram também os que mais sofriam quando necessitavam ser internados, pois, o processo se prolongava e a maioria acabava sendo entubada e muitas sequelas acabavam ocorrendo, além infelizmente do grande número de mortes que deixou um grande vazio em muitas famílias...
Agora esse vírus descobriu que tem muita gente ainda que ele pode se aproximar e que facilitam essa sua chegada, basta observar os barzinhos, os pontos de encontros dos jovens... Quanta gente sem máscara, dividindo copos, conversando bem de perto, usufruindo do mesmo aparelho de narguilé, todos sem máscaras, afinal é maravilhoso mostrar o sorriso maravilhoso no rosto jovem, a despreocupação que é normal nessa idade.
Entretanto, quando conversamos com os profissionais de saúde, sabemos das dificuldades que estão enfrentando nas muitas UTI COVID, como são chamadas, com os jovens ali internados por causa do Corona e, que pasmem, sem outras doenças ou males, perdem suas vidas para esse vírus devastador.
A luta desses profissionais é imensa e, se dedicam com afinco na luta contra esse mal, são dias seguidos de luta insana para buscar fazer o organismo reagir, o vigor retornar aquele corpo jovem e que poderíamos dizer saudável, se não estivesse agora com essa praga da COVID19, que infelizmente não é uma gripezinha, para a maioria é uma doença horrível que pode levar à morte.
Aqueles que perderam seus pais e avós lá no início, ficando muitas vezes órfãos ainda em tenra idade sabem muito bem da letalidade do Corona Vírus, que mesmo tomando todos os cuidados e buscando preservar os mais velhos e os que já portavam alguma doença, não conseguiram os salvar.
Os mais jovens, sentindo-se mais tranquilos começaram a dar vazão a sua alegria de viver e conviver com os amigos, tomando uma cervejinha e petiscando nos botecos que parecem agregar em seus ambientes toda alegria do mundo, a felicidade parece ter ali se instalado, a vida fica leve e o uso de máscara é desnecessário enquanto se alimentam e prosseguem sem ela enquanto conversam ou se acariciam.
Mas o vírus está aí, veio para ficar, nós é que temos que nos preservar enquanto se busca um remédio efetivo contra ele.

 

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias