Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 26 de maio de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/05/2022
COLUNA

Lorena Burger

Advogada

Lorena Burger de Freitas Alves dos Santos é advogada

Mês especial

10 MAI 2022 - 05h00

É no mês de maio que temos importantes comemorações, o dia das Mães, aquelas que nos dão a vida e prosseguem cuidando dela enquanto permanecem entre nós, sentem-se responsáveis por nós, afinal o fato de nos ter gerado dá um senso especial de amor, de responsabilidade por nossos atos e nossas atitudes e, mesmo quando vemos filhos que trilham por descaminhos elas não os abandonam, sempre na expectativa de que podem melhorar, podem se recuperar e tornar-se o que ela sonhou.
Muitos não as valorizam como merecem, não ouvem seus conselhos, sua maneira simples de ensinar muitas vezes parecem não atingir seus objetivos... Repete inúmeras vezes o mesmo ensinamento, como se fosse uma ladainha.
Entretanto, quando ela se vai e, sentiremos a dor de sua partida enquanto também tivermos vida, nossa memória reativará cada conselho, cada ensinamento como se o estivéssemos ouvindo pela primeira vez... E então vamos entender o que queria nos dizer e vamos fazer tal qual ela desejava...
Demoramos muito para entender que mãe não é eterna que tem um tempo limitado de vida, assim como todo ser humano.
A Lei Aurea, assinada por uma mulher, a princesa Izabel, deu liberdade aos escravos neste país, no mês de maio, o que o torna também especial, foram anos de luta insana, contra algumas classes sociais e até mesmo contra os próprios caçadores de irmãos na sua terra natal, que os tornavam cativos e os vendiam ou trocavam por bens que consideravam de interesse, sem se preocupar com seu destino como escravos, independentemente de serem homens, mulheres ou crianças, o que interessava era vê-los como mercadoria propulsora de ascensão financeira.
Infelizmente ainda não conseguimos extinguir essa palavra de nosso vocabulário, pois, existem outras inúmeras formas de escravidão nos tempos atuais. Falamos também em Maio Amarelo pelos cuidados no trânsito, que por falta de atenção às leis e normas que o regem, tornam o progresso na locomoção uma maneira fácil de causar acidentes que ceifam vidas ou que as tornam incapacitadas para algumas atividades importantes. Não esquecer o que aprendemos quando buscamos nossa habilitação como condutores, prestar atenção às normas de trânsito existentes, as sinalizações das vias, certamente trará um resultado mais positivo de enfrentamento a violência que o trânsito gera, com discussões ineficazes e a sensação de que o veículo que conduzimos nos dá poder sobre a vida dos demais, principalmente daqueles que trafegam utilizando suas próprias pernas ou veículos de menor porte, sem motorização como bicicletas... Esquecendo o respeito à vida, o amor ao próximo que devemos ter sempre.
Temos também o Maio Laranja, que visa fortalecer o combate ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes, que são muito vulneráveis e necessitam de campanhas esclarecedoras de união e mobilização, pois, é necessário conscientizar os brasileiros sobre as diversas situações de abuso que podem ocorrer dentro de nossas próprias casas e fora delas.
É importante que todos tenhamos essa consciência de proteger aqueles pequenos tanto de nossa família como a de outras extirpando da sociedade esse mal que ainda nos atinge.
Como se vê Maio é um mês em que se pensa em vida, em proteção, em amor, um mês com instinto maternal forte e expansivo...

 

Umc

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias