Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 26 de maio de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/05/2022
COLUNA

Padre Carmine

E-mail para contato: pecarmine@yahoo.com.br

O Portugal, Terra bendita

13 MAI 2022 - 05h00

Maio é o mês de Maria, pois no dia 13 é celebrada a festa de Nossa Sra. de Fátima. Em Suzano muitas capelas e Igrejas católicas são dedicadas a Ela. 
Penso também que alguns suzanenses já visitaram o santuário de Nossa Sra. de Fátima em Portugal. Pessoalmente, já estive três vezes. A Capela das aparições me encantou. Rodeada toda de vidros, conserva a árvore das aparições que a mãe natureza conservou com capricho indescritível.
Diria até que o próprio Deus nos seus mistérios insondáveis a guardou para um futuro repleto de luz divina e mariana, para reavivar a fé, para curar as feridas humanas, para trazer confiança aos que perderam a esperança nos desertos da vida.
Quase perdemos em nossa caminhada o amor filial pela nossa Mãe Celeste.
Maio, mês de Maria, pode se tornar uma nova fonte de amor se aproveitarmos para preencher o nosso coração de amor à Mãe de Jesus. Dizia uma criança se dirigido à sua mãe: “mãe como posso te amar se a senhora não ama a mãe de Jesus “
Ainda há tempo para retribuir à Maria, mãe de Jesus, o seu amor por nós.
Os passeios para a Europa e sobretudo à Portugal não são mais uma novidade. As peregrinações ao Santuário Nacional de Aparecida e aos santuários europeus, devidamente preparados, se tornam fonte de luz, de vida e de recarga espiritual.
É notável o número de peregrinos que se dirigem aos santuários marianos. Esses lugares estão intimamente ligados não a fatos ou a curas milagrosas, mas ao anúncio da salvação. Não há mito nenhum nas aparições de Nossa Sra. em Fátima, em Lourdes ou em outros lugares. A primazia do acontecimento é sempre de Deus que se serve de Maria, da mulher, para explicar a atração do homem para o divino, para o sobrenatural. Maria exerce sobre o homem e a mulher e sobretudo sobre os jovens, um fascínio celestial, como a querer mostra-lhes que não podem realizar-se em sua vida sem a experiência com o divino e sem uma prática de vida espiritual. Os cristãos estão muito ligados a Deus através de seu Filho Jesus Cristo, mas sabemos que além da amizade com o Filho eles cultivam também a grande amizade com Maria a mãe de Jesus.
Os suzanenses que já foram para Fátima, percebem como a luz divina ilumina todo o santuário e a vida íntima da pessoa. As rezas durante o dia e à noite, são a mais bela experiência espiritual que recarrega os peregrinos de novas forças e energias.
Ao olhar para os doentes que com confiança, esperança e fé se dirigem a Maria, mais e mais se sente a presença de Deus. Nossa! Os doentes e todos os peregrinos ficam radiantes. " Ter ido para Fátima, foi um grande sonho realizado", disse-me uma suzanense no retorno. Os santuários são maravilhosos! As pessoas sentem-se felizes e muito perto de Deus. Além do mais, Maria atrai os fiéis a seguirem os rastros de sua fidelidade a Deus, levando-os a assimilarem as sólidas virtudes evangélicas, por ela praticadas no contexto de uma espiritualidade bíblica e profética, encarnada na história e no compromisso com a justiça social.

 

Umc

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias