Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 23 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/08/2019
CENTERPLEX 22/08 A 28/08
PMMC - TRATA BRASIL
COLUNA

Padre Carmine

E-mail para contato: pecarmine@yahoo.com.br

A natureza, grande parceira nas férias de julho

04 JUL 2019 - 23h59
As férias devem levar as pessoas a aproveitar melhor as maravilhas da natureza. O homem do nosso tempo dispõe de muitos recursos. Mas também teve a perda da "admiração pela natureza!". 
Perdeu a capacidade de pronunciar a interjeição "Oh que belo" com a boca e o coração. Esta perda é um sinal de envelhecimento do espírito de contemplação. 
Adeus à contemplação da aurora e do ocaso, quando ao contrário estes momentos deveriam se tornar infinitamente belos e serem recomendados pelos médicos e psicólogos. É suficiente ver um pôr do sol para ficar radiantes de luz e de alegria. O grande escritor francês Montaigne exorta a se servir da contemplação para melhorar o próprio ânimo e a mente. Contemplar é parar, para pensar, escutar e olhar. Hoje os ritmos do dia a dia são tão frenéticos que se alguém nos pede um favor ou quer conversar conosco, a resposta imediata é: tenho pressa ou não tenho tempo para te escutar. Hoje, a frenesia de correr e fazer mil coisas está substituindo a arte de viver bem e com sabedoria. A frenesia do celular nos faz passear virtualmente nas redes sociais, sem contato com as pessoas e com a natureza. Devemos, porém, concordar que uma das necessidades fundamentais do homem é contemplar a beleza da criação, porque o homem é imagem de Deus infinitamente belo. Quando uma pessoa para e contempla a aurora ou o pôr do sol, as estrelas, a lua, as flores, as margaridas, os ciclames e buganvílias tudo fica diferente e mais colorido na vida dele. Que pena que o homem não tem mais tempo para contemplar a natureza. 
Adeus ás emoções, aos sobressaltos. Se o homem voltasse a erguer os olhos e a contemplar o universo, ficaria sem palavras diante das belezas da criação. Se o homem mergulhasse um pouco no silêncio, ficando longe do barulho, escutaria o respiro das flores, o murmúrio das ondas, da água corrente, das folhas agitadas pelo vento. O homem necessita da natureza, necessita estar em contato com o ar limpo, a água, a luz, o calor do sol e o silêncio. Se a cidade separa o homem da natureza jogando-o nas fabricas, por sua vez o homem se quer viver melhor deve buscar o contato com a natureza para renovar e revigorar a própria vida.
Infelizmente os construtores modernos maltrataram com frequência
os ambientes naturais, suprimindo árvores, rios, vales, aplainando
colinas e apagando as perspectivas das paisagens.
Ai de nós se paramos de nos extasiar diante das belezas criadas.
Ai de nós se procuramos obscurecer ou eliminar as belezas que Deus criou. A natureza carrega as pegadas de Deus. 
Olhar as flores, sentir os perfumes, ouvir o canto dos pássaros, o grito dos grilos e das cigarras, significa elevar-se com a mente e o espírito a Deus e gozar daquela Beleza que é Paz, Amor, Verdade e Vida.
A natureza brilha sorridente, mesmo gemendo por estar parindo novos frutos, novas folhas, novos ramos e nunca perde a força energética da vida. As criaturas são as parceiras da natureza, nela tudo é surpresa e encanto. Quando a respeitamos e admiramos, suspira aliviada e segura e por ela somos abençoados.
Espaço da Gula2
BANNER APS DESKTOP
PMMC - TRATA BRASIL
ALLIANCE

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias