Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 18 de outubro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/10/2019
Villa Europa
COLEGIO CETES 15/10 A 15/01/20
CENTRO ONCOLÓGICO
CENTERPLEX 11/10 A 18/10
Secom Segurança - NOVO BANNER
COLUNA

Lorena Burger

Advogada

Fogo devastador

19 NOV 2018 - 22h59
As imagens que nos chegam pela televisão são chocantes! Casas imensas destruídas pelo fogo que vem queimando tudo em seu caminho, não importando se se são árvores ou vegetação rasteira, casas pequenas ou grandes, ceifando a vida de pessoas que não tiveram tempo para fugir.
Destrói tudo que está em seu caminho e parece ser incontrolável, pois, nem toda tecnologia, nem o uso de aviões diminui a sua força.
Pode ter se iniciado num simples curto circuito, ninguém sabe ao certo e desde lá vem queimando e se transformando em labaredas imensas que aterrorizam pela simples imagem que vemos na tevê... 
Podemos imaginar o terror que estão vivendo as pessoas que estão convivendo com o fogo, com o medo e com o calor insuportável que esse fogo produz...
Do outro lado do mesmo país, é o frio, as nevascas que estão destruindo tudo e acabando com a vida de muitas pessoas, a maioria que não acredita que a violência da natureza pode as atingir.
Olhamos as imagens e pensamos está longe de nós, estamos livres!
Entretanto, esquecemos que o mesmo desapego aos cuidados com a natureza que nossos irmãos do hemisfério norte têm, está sobrando em nosso país e também já faz vítimas fatais entre nós...
As chuvas atingem grande parte de nosso território e, no Estado de Minas Gerais, bem próximo de nós, a quantidade de chuva que cai num só dia é o que deveria cair aos poucos em mais de dez dias e, acompanhada de ventos fortes também está causando estragos e levando vidas, como temos acompanhado nos noticiários locais.
Carros aparecem boiando como se fossem pequenas bolas de ping-pong, a água os conduz ao bel prazer, de um lado para outro...
As pessoas se unem para atravessar a enxurrada de quase um metro de altura, segurando-se em cordas, unidas umas às outras ligadas pela fé e pelo desejo de sobreviver.
A força das águas é tão grande que desloca as pesadas tampas de bueiros que se tornam sumidouros e carregam pessoas que são localizadas horas ou dias depois, a quilômetros de onde foram sugadas.
Mesmo assim, vendo com frequência essas imagens que chocam e que estão em toda parte deste nosso planeta, não tomamos tenência, como diziam os antigos, que a responsabilidade por essa natureza revolta é nossa...
Afinal somos nós que moramos neste planeta e que deveríamos zelas por ele como a nossa única casa no universo, pois, apesar das inúmeras viagens espaciais, nenhum outro planeta ainda pode nos servir de morada e nos receber como novos habitantes... Aliás, acredito que nem nos querem por lá!
Por aqui vamos cortando árvores e não as replantando, usando a água como se ela fosse infinita, jogando nosso lixo nos córregos, nos rios e achando engraçado quando vemos os oceanos invadidos, os animais atingidos pelo lixo que produzimos e descartamos sem responsabilidade.
Que essas imagens que aterrorizam nos sirvam de lição!
BANNER APS DESKTOP
Mirante dos Pássaros 14/10 a 15/11
EPAMINONDAS ADVOGADOS

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias