Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 22 de setembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/09/2019
Centerplex 19 a 25/09
PMMC ENTREGAS
COLUNA

Padre Carmine

E-mail para contato: pecarmine@yahoo.com.br

O Povo deixa o Carnaval e inicia a Quaresma com a imposição das Cinzas

07 MAR 2019 - 23h59
Milhões de católicos receberam as Cinzas na quarta feira após o Carnaval.
O povo voltou à vida real após alguns dias de fascinantes e encantadores desfiles nas ruas, avenidas e sambódromos.
A celebração de quarta feira das Cinzas serve para nós entendermos que tudo é passageiro. O que vale é a festa do espírito, do amor sobre o ódio, do perdão sobre a vingança e da paz no lugar da guerra.
O Carnaval é uma festa popular. O Brasil para completamente, para ver desfilar as Escolas de Samba, para se divertir nos blocos de rua. Porém, o mapa das avenidas e dos sambódromos não mostra o mapa da vida dos brasileiros e das periferias que sofrem pelo sistema que em muitos lugares é injusto e corrupto. Pior ainda, o Carnaval acaba apagando a memória dos escândalos políticos, da inércia das Administrações públicas e de tantos problemas que afetam a vida dos cidadãos. Com certeza não será o Carnaval a fazer renascer a esperança da vida, da comida sobre a mesa, do prato saboroso, da saúde pública e de uma educação mais avançada nas escolas públicas.
A Quaresma ou as Cinzas exortam o ser humano a retomar a caminhada de maneira mais sensata, justa e correta, a retomar a luta para eliminar a corrupção, a violência, o analfabetismo e todos os males que afetam o futuro de milhões de cidadãos.
Razões para destinar e finalizar recursos, patrocínios, dinheiro público a um bem maior e a projetos mais necessários é o que não faltam.
Com a Quaresma inicia o tempo forte de conversão, renovação e purificação.
Não custa tentar eliminar do coração tudo o que contamina o homem, como orgulho, poder, ambição, ganância, desamor e ódio. Veremos um novo povo, uma nova sociedade surgir das cinzas, um novo Brasil, uma nova pátria e uma nova ordem.
Quanto àqueles que cometeram, na euforia do Carnaval, abusos de embriaguez, de violência, de libertinagem, vale o sentido das cinzas e da quaresma que convidam ao jejum, à penitência e à oração.
O povo convocado para se divertir com o Rei Momo, quase se desculpa por tanta alegria, diante de um País que forja espetáculos de imagens e cores, de danças e cantos que não expressam nenhum sentimento de vitória ou de conquista, apenas abafam o grito dos pobres, dos desempregados, dos pacientes deitados em macas nos corredores das enfermarias e de tantos professores que lutam por melhores salários.
No Carnaval tudo fascina e encanta somente por alguns momentos. A Quaresma ajuda o povo a retomar o ritmo de cada dia, no sufoco dos horários de trabalho, de transporte público ou de congestionamento na cidade. Ajuda o povo a se preparar em viver a Semana Santa, com espírito de fé, praticando a caridade em vista de uma mais profunda vida interior para chegar a celebrar a Páscoa iluminados pela luz do Ressuscitado.
BANNER APS DESKTOP
PMMC ENTREGAS

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias