Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 25 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/08/2019
PMMC - TRATA BRASIL
CENTERPLEX 22/08 A 28/08
COLUNA

Sueli Barão

É evangélica, professora escreve aos domingos

Os maiores exemplos

04 MAI 2019 - 23h59
Os pais transmitem para os filhos, principalmente na primeira infância, suas convicções íntimas e ética pessoal. Muitas vezes eles estão "ensinando" um determinado tipo de comportamento, considerado correto, mas na vida prática estão agindo de forma oposta. Os olhos dos filhos estão sobre os pais o tempo todo, observando, analisando, concluindo, praticando o que está sendo ensinado. Infelizmente, o mundo está cheio de falsos moralistas. O que dizer de um pai que fala para os filhos que eles devem ser honestos e verdadeiros, se ele tem o hábito de "enrolar" os outros?! O que dizer de uma mãe que fala para os filhos não mentirem, porque mentir é muito feio, se ela vive contando mentiras para as amigas, enganando o marido, comprando e não pagando?! 
O cenário político atual, as investigações da Lava Jato, envolvendo políticos, empreiteiras, publicitários, mostram claramente que existe no Brasil uma carência de modelos a seguir. Trata-se de exemplos éticos que ensinem a nossas crianças, adolescentes e jovens como a vida deve ser vivida, de modo que o interesse coletivo prevaleça sobre os interesses individuais. 
Os maus exemplos, infelizmente, vêm de onde não deveriam vir. A cada dia nossos filhos, futuros adultos, estão sendo ensinados por nós, mas também por uma gama de pessoas e de contextos, entre os quais - parentes, amigos, igreja, televisão, redes sociais, governo. E os discursos nem sempre são coerentes com a prática. Esse aprendizado de valores muitas vezes é fragilizado pelos maus exemplos. No entanto, mesmo os maus exemplos podem ter caráter didático. Deveriam pelo menos ensinar que cada um de nós vai sofrer as consequências de seus atos. É o que esperamos que aconteça no Brasil!
Quais valores nossos filhos têm assimilado e praticado? Por quem estão sendo eles guiados? A quem estamos entregando a educação de nossos filhos? Tivemos uma educação bastante rígida, assim como a maioria das crianças da minha época. Apesar dos exageros, ninguém pode negar que os pais de antigamente assumiam a reponsabilidade pela educação de seus filhos. Não se omitiam, quando tinham que corrigir. Não entregavam a terceiros essa responsabilidade. 
O amor tem que ser acompanhado de disciplina, que envolve tempo gasto para ensinar, e isso significa uma tarefa contínua, árdua e trabalhosa. A Bíblia diz: "Ensina a criança no caminho em que deve andar e ainda quando envelhecer não se desviará dele". ( Provérbios 22:6) Os pais são os primeiros professores dos filhos. São aqueles que devem deixar marcas indeléveis na vida deles. A maior parte da orientação que damos aos nossos filhos é corroborada pelo exemplo. A palavra "ensino" refere-se principalmente ao exemplo. Assim, as experiências mais significativas de uma família são constituídas por coisas que acontecem entre os familiares no dia-a-dia. Certo jovem expressou sua preferência por uma determinada tradução da Bíblia. Um amigo replicou: "Prefiro a tradução de minha mãe. Ela traduziu a Bíblia na linguagem da vida diária. Minha mãe é a melhor tradução!" 
Espaço da Gula2
PMMC - TRATA BRASIL
ALLIANCE
Espaço da Gula
ALLIANCE

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias